Reunião em Campinas com presença de professor do DEG discutiu parcerias para a ecomobilidade no Brasil



24 de agosto de 2015, 2:44 pm , com 1.903 visualizações

Professor Artur em apresentação no Techno Park - Campinas.

Professor Arthur em apresentação no Techno Park – Campinas.

A proposta de criação do Instituto de Ecomobilidade no Brasil alcançou avanços neste mês de agosto. No dia 18/8, o professor do Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Lavras (DEG/UFLA) Arthur de Miranda participou de um encontro em Campinas (SP) para apresentação do tema. O evento ocorreu no Techno Park Campinas e reuniu representantes da prefeitura de Campinas, da Agência de Inovação Inova Unicamp e do Techno Park, além de representantes de diferentes empresas e outras instituições.

Durante as atividades, o Instituto Vedecom foi apresentado ao público presente pelo professor da Université de Versailles Saint-Quentin-en-Yvelines (UVSQ) e diretor científico do Instituto Vedecom, Victor Etgens. O Vedecom é uma fundação ligada à UVSQ e constitui parceria público-privada ligada à indústria e relacionada com a mobilidade verde, associando mais de 46 atores dos diferentes setores da indústria automotiva, fabricantes de equipamentos, escolas e universidades, atores do setor de serviços da mobilidade e governos federal, estadual e municipal na França.

Sua estrutura de pesquisa mescla aspectos de pesquisa fundamental e aplicada, reunindo industriais e acadêmicos em um programa multidisciplinar. Três grandes áreas são envolvidas pelos trabalhos do instituo francês: veículos elétricos, veículos autônomos e ecomobilidade. É com base nessa experiência que se propõe a estruturação no Brasil do Instituto de Ecomobilidade. Em 4/8, representantes do Vedecom, acompanhados de professores da UFLA envolvidos no projeto, reuniram-se com o reitor da UFLA para apresentar a proposta de transformar a Universidade em um dos polos do Instituto de Ecomobilidade (clique aqui para outras informações sobre a reunião).

Esse Instituto adaptará as pesquisas da área de mobilidade e transporte à realidade brasileira, somando competências da academia e da indústria do país, de forma a criar novas a tecnologias e desenvolver pesquisas de ruptura, gerando uma competência de alto nível na área da ecomobilidade.

No encontro em Campinas, além da apresentação do Vedecom, foi exposto o projeto de veículos elétricos autônomos, conectados entre si e com a infraestrutura e o sistema multimodal das grandes cidades. São veículos que se deslocam pelas ruas dispensando a atuação de motoristas. A implantação do projeto de Car Sharing no Município de Campinas também foi pauta do encontro.

De acordo com o professor Arthur, as atividades foram produtivas e geraram grande interesse nos participantes, com possibilidade de que parcerias publico-campinassejam firmadas. “Dando continuidade aos trabalhos, estamos trabalhando agora na elaboração de um projeto que irá consolidar e oficializar a proposta feita à UFLA, assim como continuaremos a participar de eventos e visitas para contato com novos potenciais parceiros”.

Veja matéria publicada no Correio Popular de Campinas – 18 de agosto

Veja matéria publicada no Correio Popular de Campinas – 19 de agosto

A UFLA e a ecomobilidade

Neste ano, a UFLA ganhou o Laboratório de Mobilidade Terrestre (LMT), ligado ao Departamento de Engenharia (DEG) e proposto pelo professor Arthur. O LMT tem entre seus estudos prioritários o desenvolvimento de tecnologias para veículos inteligentes e faz parte de um amplo projeto elaborado em parceria com o Instituto Vedecom. O projeto funciona com a colaboração de membros do Laboratório de Robótica Móvel (LRM) da Universidade de São Paulo (USP – São Carlos) e do Laboratório de Mobilidade Autônoma (LMA) da Universidade de Campinas (Unicamp), nos quais o professor também é colaborador.

Para ampliar o intercâmbio de pesquisadores com reconhecimento internacional para atuação no projeto LMT, dois projetos foram submetidos pela UFLA e aprovados no âmbito do programa Ciência sem Fronteiras: Pesquisador Visitante Especial e Pesquisador Colaborador no Brasil; Bolsista Jovem Talento. Dois alunos de doutorado, regularmente inscritos no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, já estão no Vedecom e inscritos no doutorado na UVSQ. Há previsão de que mais dois outros estudantes da UFLA também iniciem atividades na UVSQ em 2016.

Os trabalhos na área vão ao encontro das preocupações da UFLA no que se refere a práticas sustentáveis, que vêm sendo reconhecidas em âmbito nacional e internacional. O desenvolvimento de veículos elétricos e inteligentes está inserido nesse contexto e contribui para o projeto de internacionalização da Universidade.

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

agosto 2015
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivo