Altas do café e hortifrutigranjeiros sustentam renda agrícola em fevereiro



1 de Março de 2005, 12:00 am , com 408 visualizações

O Departamento de Administração e Economia da Universidade Federal de Lavras (Dae/ufla) divulgou os Índices de Preços Agrícolas do mês de fevereiro, período em que a cotação do café teve alta de 33,33% e os hortifrutigranjeiros aumentaram, em média, 15,18%.

Em fevereiro, o Índice de Preços Recebidos (IPR) pela venda dos produtos agropecuários teve uma variação positiva de 13,67%, enquanto o Índice de Preços Pagos (IPP) pelos insumos agrícolas caiu 2,12%. Estes índices estimam, respectivamente, a variação da renda agrícola e o comportamento dos custos de produção do setor.

Na análise por produto vendido pelo produtor rural, além de alta no preço do café, o repolho aumentou 88,67%; laranja, 75,0%; pepino, 57,14%; pimentão, 42,94%; tomate, 38,77% e cebola, 25,66%. Entre os grãos, o preço recebido pelo arroz caiu 25,0% e pelo feijão, -15,57%. O preço médio recebido pelo leite fluído (tipos C e B) teve uma queda de 6,74% em fevereiro.

Os principais insumos agrícolas que ficaram mais baratos em fevereiro foram máquinas e equipamentos (0,91%), bernicidas (-2,57%) e frete do leite (-15,52%).

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

Março 2005
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivo