UFLA mantém excelência na avaliação do Enade- Medicina Veterinária alcança conceito máximo na edição 2016



5 de setembro de 2017, 12:10 pm , com 847 visualizações

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) mais uma vez se destacou no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). A avaliação realizada em 2016 envolveu cinco cursos da Instituição: Agronomia, Educação Física (Bacharelado), Medicina Veterinária, Nutrição e Zootecnia. O curso de Medicina Veterinária conquistou o conceito máximo (5) e os demais obtiveram a nota 4.

Para o pró-reitor de Graduação da UFLA, professor Ronei Ximenes Martins, os resultados obtidos pelos cursos avaliados nesse ciclo confirmam a posição de destaque da UFLA no cenário nacional. “Isso é fruto de muito trabalho e dedicação dos docentes, estudantes, coordenadores de cursos e técnicos, que estão de parabéns”, comenta.

Na UFLA participaram 458 estudantes. O Enade foi realizado em todas as Unidades da Federação, distribuído em 942 municípios, com 1.009 locais de aplicação. Apenas 6% dos cursos oferecidos nas instituições do País atingiram conceito máximo na prova. Nessa edição, participaram 195.757 estudantes concluintes do ensino superior em 2016, de 997 instituições de Ensino Superior e de 4.300 cursos nas áreas de Saúde, Ciências Agrárias, Ambiente, Produção Alimentícia, Recursos Naturais e Segurança. 

É a primeira vez que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulga os dados antes da próxima edição do Enade, em conjunto com o Boletim de Desempenho Individual no Enade e os relatórios síntese de área. O pró-reitor de Graduação destaca ainda que o Enade é um dos componentes do Conceito Preliminar de Curso (CPC), um indicador de qualidade muito relevante que deve ser divulgado em novembro.

“Normalmente o resultado do CPC é o que recebe mais destaque nos meios de comunicação, mas este ano como o Inep antecipou a divulgação dos conceitos do Enade, as atenções se voltaram para ele. Acredito que o indicador CPC dos cursos da UFLA poderão ser ainda melhores que o resultado isolado do Enade, pois são incorporadas variáveis, tais como a composição do corpo docente e a avaliação advinda de questionários de opinião respondidos pelos estudantes”, ressalta.

O pró-reitor de Graduação salienta ainda que, mesmo com os ótimos resultados da UFLA nas avaliações do Inep, está sendo realizado um trabalho conjunto com os colegiados de cursos, docentes e representação estudantil para aprimorar os projetos pedagógicos e currículos dos cursos da Universidade.

“Sabemos que o sucesso atual não garante o sucesso no futuro, e que o processo educacional é muito dinâmico. Por isso, seguindo as metas do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) para a graduação, estamos investindo em estratégias que levem ao aprimoramento da formação que a UFLA oferece, principalmente com a adoção da flexibilização curricular e de metodologias que favoreçam a aprendizagem ativa. A Semana de Planejamento e Formação Docente, que acontecerá na próxima semana (de 11 e 15 de setembro), é parte dessas estratégias”, destaca o professor.

*Enade

Previsto na lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004, que institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES, o exame é realizado pelo Inep, sob a orientação da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e conta com o apoio técnico de comissões assessoras. É realizado para aferir o desempenho dos estudantes em relação a conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas ao longo do curso. As áreas de avaliação do Enade, relacionadas às grandes áreas de conhecimentos do ciclo avaliativo, são definidas, anualmente, em Portaria específica do Ministério da Educação.

O exame é composto de 40 questões, divididas em duas partes: Formação Geral – FG e Componente Específico – CE. A primeira tem dez questões, sendo oito de múltipla escolha e duas discursivas, que Contempla temas como sociodiversidade, biodiversidade, globalização, cidadania e problemas contemporâneos. Essas perguntas equivalem a 25% da nota da prova. A segunda visa aferir as competências, habilidades e o domínio de conhecimentos necessários para o exercício da profissão e é composta por 30 questões, sendo 27 questões de múltipla escolha e três discursivas, o que equivale a 75% da nota da prova.

*Perfil dos estudantes concluintes

O Questionário do Estudante é um dos instrumentos de coleta de informações do Enade, de caráter obrigatório, que tem por objetivo subsidiar a construção do perfil socioeconômico do estudante e obter a percepção quanto ao seu processo formativo. Com base no exame realizado no ano passado, para os estudantes concluintes regulares 46,9% são jovens de até 25 anos e 54,6% vivem com os pais.

Em relação às características predominantes: 51,7% são da cor branca e 36,1% são pardos; 74,4% são solteiros; 47,6% têm renda familiar mensal de 1,5 a 4,5 salários mínimos. Em relação ao mercado de trabalho: 54,4% não estão trabalhando e 42,8% dedicam de uma a três horas de estudos por semana. Em relação à bolsa de estudos e financiamentos, 36,5% do total de respondentes receberam financiamento do Programa Universidade para Todos (ProUni) ou Fundo de Financiamento Estudantil  (FIES). Dos estudantes que receberam financiamento do ProUni  ou FIES:  62,6% têm renda familiar de até 3 salários mínimos; 61,5% são os primeiros da família com acesso à educação superior e 29,6% ingressaram por meio de políticas afirmativas.

**Com informações do Inep

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivo