Gestão 2012/2016: Movida pela Força do Conjunto

Uma geração visionária

Em 2012, quando tomaram posse o reitor e vice-reitora da Universidade Federal de Lavras (UFLA), os professores José Roberto Scolforo e Édila Vilela Von Pinho, provavelmente nem imaginassem os desafios que teriam pela frente. Na ocasião, elaboraram um plano de gestão que continha mais de 100 ações reunidas em oito temáticas estratégicas. 

Ao rever os pontos apresentados na época, verifica-se que a maioria das ações foi colocada em prática. Algumas não foram aplicadas da forma proposta, já que uma gestão eficiente requer a atualização permanente dos objetivos e prioridades. Outras tantas ações passaram, ao longo desses quatro anos, a fazer parte do contexto que destacou a UFLA, ainda mais, no cenário nacional e começou a apontá-la como referência entre as principais instituições do mundo. 

Afinal, estar entre as 17 universidades brasileiras na lista do Times Higher Education (THE) 2015/2016, o mais destacado ranking do mundo, não foi mera casualidade. E também não foi fruto de apenas uma gestão, certamente. É resultado de uma trajetória exemplar, em que diferentes gerações se esforçaram para fortalecer ainda mais o nome e os ideais da Universidade. Como sempre referenciado, esse desempenho vem da força de um conjunto destacado de pessoas que estampam em seu peito o enorme orgulho de ser UFLA!

Assim, ao relembrar conquistas da gestão 2012/2016, percebe-se um importante e ousado salto quantitativo e qualitativo na história da Universidade. Essas ações refletem o esforço diário de uma gestão empenhada em fazer sempre mais e melhor. Independentemente de crise, contingenciamentos ou paralisações, o sonho ousado de estar no seleto grupo das melhores universidades públicas do País pode ser celebrado por todos.  

Os dados compilados e apresentados neste Relatório de Gestão remetem ao esforço empenhado para que a UFLA se destacasse em diferentes áreas de interesse: gestão, infraestrutura, seleção e qualificação de novos servidores, valorização das pessoas, formação diferenciada dos estudantes, inserção internacional, plano ambiental e estruturante e, acima de tudo, ainda mais credibilidade entre instituições públicas e privadas do País e do mundo. 

Na lista das realizações destacadas, vale relembrar os investimentos em novas estruturas; os incentivos às ações coletivas por meio de projetos institucionais; a maior inserção internacional dos cursos de graduação e pós-graduação por meio da formação de acordos de cooperação e do incentivo permanente para diferentes formas de intercâmbios; a criação de cursos, sem deixar de garantir o merecido investimento para os cursos já consolidados e o crescimento da comunidade acadêmica cada vez mais plural e qualificada.  

Há que se comemorar ainda a ampliação e valorização dos projetos de extensão e de inclusão social; a ampliação do acervo e novos equipamentos de ponta para a Biblioteca Universitária (BU); a reforma e ampliação dos laboratórios de ensino e pesquisa e a consolidação do ensino a distância.

Destaca-se a ampliação dos programas de capacitação e qualificação voltados para docentes, de técnicos administrativos e funcionários terceirizados e a conquista do maior número de vagas para professores e técnicos da história da instituição. Para amparar tanto crescimento, também foi priorizado o aperfeiçoamento constante dos sistemas de gestão, que possibilitaram relatórios mais confiáveis sobre aspectos relacionados à rotina da Instituição. 

A gestão 2012-2016 ainda foi marcada pelo fortalecimento do Programa Institucional de Bolsas, que deu oportunidade para mais de 1500 estudantes a cada ano, tanto com vulnerabilidade socioeconômica, quanto para ampla concorrência, com muito mais valorização das atividades de ensino, pesquisa, extensão e aprendizagem. 

A UFLA dispõe de novas estruturas educacionais, mais salas de aula, mais laboratórios; mais equipamentos, novo sistema de iluminação. A comunidade acadêmica conta com o Restaurante Universitário (RU) em estrutura ampliada, além da inclusão do jantar que atende a uma crescente demanda. A ampliação dos serviços de saúde, com a inclusão de novas modalidades, campanhas de vacinação, exames periódicos, ambulatório com atendimento central, mais oportunidades de atendimentos odontológicos e posto de exames laboratoriais. 

Aliás, os estudantes foram extremamente valorizados, com incentivo para a criação de núcleos de estudo e empresas juniores; a formalização de novos acordos de cooperação com universidades estrangeiras de referência e incentivo crescente à mobilidade discente. A criação do Portal de Estágios e a formalização de novas parcerias com empresas têm contribuído para uma maior e melhor inserção no mercado de trabalho. Também houve muito apoio para práticas esportivas, realização de eventos, oficinas, viagens técnicas e de cunho científico. Se o transporte interno por meio do “elefantinho” já era um benefício importante, o desejado “Mamute” agradou tanto os estudantes, que ganhou até comunidade no Facebook.

A lista de ações que merecem ser lembradas é extensa. Podemos relembrar a realização da Semana de Ciência, Cultura e Arte, com shows de artistas renomados e aproximação com a sociedade; a estruturação dos espaços de esporte e lazer e os programas de mais qualidade de vida no câmpus.

A construção de grandes obras de referência, como o Parque Científico e Tecnológico (Lavrastec), Centro de Cultura, Centro de Eventos, novo Centro de Convivência e Complexo Esportivo de Alto Rendimento. Podemos ainda celebrar o status de universidade mais sustentável da América Latina, resultado do plano ambiental e estruturante - premiado, destacado e que tem servido de exemplo para instituições renomadas. A comunidade UFLA e a população de Lavras e região também podem aguardar a concretização de um dos projetos mais ousados; a construção do Hospital Universitário, que pretende ser referência em ensino e na oferta de serviços públicos em saúde para o País.   

Por fim, destacamos que o desempenho desta gestão pode ser creditado a um esforço coletivo grandioso. É fruto de uma dedicação singular, da força de um grande conjunto e de um olhar visionário aliado à extrema capacidade de realização. Foi uma gestão coesa, que não esmoreceu diante de grandes desafios; pelo contrário, eles foram motivadores para ainda mais empenho e superação, porque a causa maior sempre foi e sempre será a UFLA e as pessoas que a compõem. 

As conquistas aqui destacadas representam a soma dos esforços e a dedicação de todos que integram a comunidade acadêmica: professores, técnicos administrativos, funcionários terceirizados e estudantes, com os quais compartilhamos os resultados alcançados no período.

Scolforo e Édila