Saneamento Básico e Estação de Tratamento de Esgoto

A UFLA é uma universidade centenária. O sistema de esgoto era por meio de fossas negras (sumidouros) causando riscos e impactos ambientais tais como contaminação da água por coliformes fecais e desabamentos de fossas negras e suas consequencias. Com a expansão da universidade estes problemas poderiam ser agravados. A implantação de redes de esgotos e a estação de tratamento de esgoto foi a solução encontrada para este problema. A direção executiva buscou recursos para a implementação desta ação. A estação de tratamento instalada utiliza reatores UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket Reactor) e FBS (filtros biológicos submersos), um dos sistemas mais modernos e eficientes de tratamento de esgoto. O esgoto do restaurante universitário recebeu cuidado especial com a instalação de caixa de gordura aerada, com sistema automatizado de remoção por raspagem da escuma flotada. A gordura retirada é enviada para o grupo de pesquisa de Biodiesel que estuda o aproveitamento desta gordura para produção de biodiesel.