Arquivo da tag: Game design Lab

Hoje, palestra enfoca desenvolvimento paralelo na criação de jogos 3D

O grupo de estudos Game Design Lab da UFLA, empenhado na realização de iniciativas gratuitas voltadas ao aprendizado em criação de jogos eletrônicos, realizará uma palestra na noite de hoje (12). Nela, o estudante de Artes Visuais – Cinema de Animação Davi Amancio Souza (UFMG) irá explanar sobre o tema: desenvolvimento paralelo na criação de jogos. A palestra será no Anfiteatro do Departamento de Ciência da Computação (DCC) às 18h e as inscrições podem ser feitas pelo Sistema Integrado de Gestão (SIG).

O foco da palestra é a animação em 3D. Davi apresentará a diferença entre o desenvolvimento de jogos em série e em paralelo, mostrando as características, vantagens e desvantagens de cada modelo de desenvolvimento.

Mais informações podem ser obtidas no site do GDL ou na página do grupo no facebook.

Hoje, palestra enfoca desenvolvimento paralelo na criação de jogos 3D

O grupo de estudos Game Design Lab da UFLA, empenhado na realização de iniciativas gratuitas voltadas ao aprendizado em criação de jogos eletrônicos, realizará uma palestra na noite de hoje (12). Nela, o estudante de Cinema de Animação e Artes Digitais Davi Amancio (UFMG) irá explanar sobre o tema: desenvolvimento paralelo na criação de jogos. A palestra será no Anfiteatro do Departamento de Ciência da Computação (DCC) às 18h e as inscrições podem ser feitas pelo Sistema Integrado de Gestão (SIG).

O foco da palestra é a animação em 3D. Davi apresentará a diferença entre o desenvolvimento de jogos em série e em paralelo, mostrando as características, vantagens e desvantagens de cada modelo de desenvolvimento.

Mais informações podem ser obtidas no site do GDL ou na página do grupo no facebook.

 

Game Design Lab da UFLA lança novo jogo: “Peas Vs Corn”

O Game Design Lab (GDL), grupo de estudos e desenvolvimento, disponibilizou o quarto jogo eletrônico que criou: “Peas Vs Corn”, gratuito, está hospedado na plataforma Game Jolt. O game pode ser jogado gratuitamente aqui.

Este jogo, disponível para computadores, tem como cenário um prato de comida. A personagem é o último grão de milho do prato, que está sendo encurralado por ervilhas inimigas. O objetivo é eliminar as ervilhas, evitando que elas encostem no grão de milho e tirem sua energia. O jogo possui fases infinitas.

O usuário deve utilizar, para mover a personagem, as teclas de direção do teclado. O mouse direciona a mira e também é usado para atirar. Quanto mais ervilhas são eliminadas, mais pontos o jogador faz; e, conforme as fases avançam, torna-se mais difícil eliminar as ervilhas.

“A ideia de ‘Peas Vs Corn’ nasceu no evento Game Jam, ocorrido em maio de 2016 na UFLA. Nesse evento, foi proposto um desafio para a criação de um jogo em 48 horas, com o tema ‘comida’. Só que fomos aprimorando para lançá-lo depois”, conta Caio Paiva, um dos desenvolvedores e integrante do GDL. “Apesar de ser desenvolvido para a web, pretendemos passar para mobile e disponibilizá-lo em outras plataformas”, diz Nicolas Campana, que também atuou no desenvolvimento. A equipe, composta por eles e Wilson Camilo (todos estudantes de Ciência da Computação), levou um mês no processo de criação.

O GDL existe desde 2012 e tem sede no Departamento de Ciência da Computação da UFLA (DCC). Com 29 integrantes, o grupo atua no desenvolvimento de games, eventos e organização de competições nessa área. O GDL já disponibilizou três jogos na plataforma Game Jolt e um jogo, para dispositivos Android, no Google Play. A coordenação do GDL é da professora Ana Paula Piovesan Melchiori (DCC).

Curso de desenvolvimento de jogos

A próxima iniciativa do Game Design Lab é um curso gratuito e presencial sobre Desenvolvimento de Jogos. Para participar, não é preciso ter conhecimento prévio em programação. O curso focará o design de jogos, processo de produção e desenvolvimento. Os interessados devem acessar a página do curso de desenvolvimento de jogos, onde há mais informações e o link para inscrições. O curso tem início no dia 9 de maio.

Para um dos ministrantes, Lucas Barbosa (Ciência da Computação), o objetivo do curso “é desmistificar que é preciso ser um programador. A ideia e o planejamento são mais importantes”, aponta. A gratuidade também será um fator diferencial: “No Brasil, todos os cursos são privados e há um preconceito sobre os jogos. Gostaria de mostrar como é no exterior”, comenta Lucas, que se especializou nessa área quando participou do programa Ciência Sem Fronteiras.