Arquivo da categoria: Terciarias

Cresce demanda por profissionais com Ensino Superior no setor agrícola

FONTE: Canal Rural

Pesquisa divulgada em 2010 mostra que os empregos com carteira assinada no setor do agronegócio tiveram um aumento de 35,8% na safra passada. Foram cerca de 175 mil postos de trabalhos ocupados no meio rural até julho de 2010. Em áreas como Engenharia Florestal, Agronomia e Medicina Veterinária são encontradas oportunidades.

Para o consultor da MBAgro, José Carlos Hauscknet, a exigência da qualificação das vagas refletiu no aumento pela procura. “Isso nos leva a investir em tecnologias mais avançadas, em máquinas mais sofisticadas. E isso demanda uma mão de obra mais qualificada. Hoje existe uma escassez de mão de obra para o trabalho rural, que vem sendo substituída pelo uso de máquinas agrícolas,” acredita.

Além disso, o especialista também ressalta as mudanças na administração das propriedades. Hauscknet salienta que a qualificação na gestão do dentro da porteira influencia o crescimento do setor no país.

“Estamos vendo um grande avanço na gestão das propriedades rurais, com a profissionalização dos grandes grupos que estão também fazendo uma governança melhor. A parte administrativa também está tendo um grande avanço,” avalia.

Ele acredita que os avanços passam tanto pela Educação Básica quanto pela Educação Superior. O consultor da MBAgro afirma que as universidades brasileiras são referências e auxiliam no processo do desenvolvimento agropecuário.

“A educação é um processo básico para chegarmos ao desenvolvimento. O Ensino Superior brasileiro na área de ciências agrícolas é bastante desenvolvido. Desenvolvemos aqui uma série de tecnologias de pesquisas. É toda uma rede de conhecimento bastante importante para o desenvolvimento agropecuário,” reforça.

Mas o caminho do campo até a universidade ainda é um desafio para os jovens. De acordo com dados do IBGE, nem 2% dos universitários do país são da zona rural, e somente 17% completaram o nível médio ou superior.

Dia Internacional dos Museus tem programação especial

Grazielle Moreira

O Dia Internacional dos Museus, 18 de maio, é comemorado em mais de 150 países. Na UFLA, uma programação especial marcará a data.

Muitos ainda têm o preconceito de que é nos museus que se encontram “as velharias” do mundo. Engana-se quem pensa assim, é nesses espaços que são depositados a memória de um povo.

É nos museus que são conservados objetos que foram utilizados, inventados ou descobertos pelo homem ao longo de sua existência.

No dia 18 de maio é comemorado em mais de 150 países o Dia Internacional dos Museus, na UFLA, uma programação especial marcará a data.

O dia começa com uma Ação Educativa, das 9h às 12 horas, no pátio externo do Museu de História Natural: “A Magia da Física e do Universo” é tema de exposição interativa, que envolve conceitos e mistérios da Física.

Às 15 horas, haverá a Mostra de Cinema com Vida, com a exibição do filme “A bela da tarde”, com direção e roteiro de Luís Buñuel, na sala de Audiovisual do Museu de história Natural.

Para encerrar o Dia Internacional dos Museus, o Coral Vozes do Campo, se apresentará na escadaria do museu Bi Moreira, com várias atrações de músicas antigas, música Barroca com Duo Preludium, com Luciano Salgado “Viola da Gamba e Alaudi Barroco” com Deborah Antonucci “Flauta Transversal Barroca e Flauta doce.

O objetivo é atrair mais público, mais arte, mais memória. È o que busca a 9ª Edição da Semana Nacional de Museus.

Confira a programação:

19/5 – 15h – Mostra de filmes – “Cinema com vida”. Exebição do Filme “Tempos Modernos” direção de Charles Chaplin 1936,
Local: sala de Audiovisual do Museu.

20/5/2011 às 15 h- Exibição de filme. Doc. Museu – Exibição do documentário: “NAQOYQATSI” direção Godfrei Reggio – 2002
Local: Sala de Audiovisual do Museu.

21/5 – 08 as 12 h- Ação Educativa, sábado no Museu com atividades e divulgação científica no planetário com o Grupo Ufla Ciências. Vistas guiadas e observação de pássaros. Com visitas pré- agendadas.
Local: Museu de Historia Natural

Coffee Science lança nova edição e inaugura versão em Inglês

Cibele Aguiar

A Coffee Science, revista científica especializada em cafeicultura, acaba de publicar mais uma edição, disponível em www.coffeescience.ufla.br . Indexada na base Scopus, da Elsevier, o periódico experimenta rápido crescimento e valorização perante a comunidade científica, com a novidade de que a partir desta edição, a versão eletrônica também estará disponível em inglês. Coffee Science é uma publicação vinculada à Universidade Federal de Lavras e ao Consórcio Pesquisa Café, com o apoio do Polo de Excelência do Café.

De acordo com o editor da Revista, professor Rubens José Guimarães, a versão na língua inglesa é mais um passo para que a Coffee Science conquiste a indexação em outras bases de dados, como Scielo. A Coffee Science é a única revista técnico-científica em cafeicultura, brasileira, de submissão e distribuição gratuita que, desde 2009, consta da classificação dos periódicos em Ciências Agrárias do Qualis – CAPES.

Além da Scopus, a revista também é indexada ao AGRIS-FAO (International Information System for the Agricultural Sciencesand Technology), AGROBASE-IBICT (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia), LANTINDEX (Sistema Regional de Informaciónen Línea para Revistas Científicas de América Latina, Caribe, España y Portugal), CAB Abstracts (CABI – Common wealth Agricultural Bureaux International) e SCIENTIFIC COMMONS (University of St. Gallen – Switzerland).

A Coffee Science tem por objetivo publicar artigos originais completos que contribuam para o desenvolvimento da cafeicultura nas áreas de Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Ciência dos Alimentos e Ciências Sociais Aplicadas, elaborados por membros da comunidade científica nacional e internacional.

Para acessar o sumário da última publicação clique aqui

Artigos

  • Variabilidade espacial do estado nutricional do cafeeiro canephora visando o manejo localizado;
  • Comparando percentagem total de nitrogênio e proteína em grão verde de café (Coffea spp.) de diferentes origens geográficas;
  • Qualidade do solo e nutrição de plantas em sistemas de produção de café (Coffea arabica L.);
  • Intensidade da ferrugem e da cercosporiose em cafeeiro quanto à face de exposição das plantas;
  • Cafeeiro recepado e irrigado em diferentes épocas: produtividade e qualidade;
  • Distribuição espacial de cafés do estado de Minas Gerais e sua relação com a qualidade;
  • Crescimento vegetativo de mudas de café arábica (Coffea arabica L.) submetidas a diferentes níveis de sombreamento;
  • Morfofisiologia foliar de cafeeiro sob diferentes níveis de restrição luminosa;
  • Crescimento e nutrição de mudas de cafeeiro influenciadas pela substituição do potássio pelo sódio;
  • Extratos de plantas no controle de Planococcuscitri (RISSO, 1813) (Hemiptera: pseudococcidae) em cafeeiro.

 

NEF e Laboratório de Fisiologia Molecular de plantas realizam curso de treinamento

Grazielle Moreira

O Núcleo de Estudos em Fisiologia (NEF) do Departamento de Biologia, em parceria com o Laboratório de Fisiologia Molecular de Plantas, vai oferecer o primeiro Curso de Reação em Cadeia da Polímerase – (quantificação de DNA) em tempo real: ‘Da Expressão Gênica e Mutação Pontual à Análise dos Dados’. O curso será realizado nos dias 24 a 26/5, com duas turmas práticas, totalizando 50 pessoas.

Os interessados devem entrar em contato pelo telefone: (35) 3829 5151 ou pelo email: nefufla@yahoo.com.br.

Museu de História Natural e Bi Moreira comemoram Semana Nacional de Museus

O cenário nos remete a uma viagem no tempo. Lembranças conservadas de uma época que ficou para trás. É assim que muitas pessoas se sentem ao entrar nos museus. Na Ufla a experiência pode ser redobrada. Na universidade há dois museus, um de história natural e o outro,“Bi Moreira”, mostra um pouco da história de Lavras e região.

Na década de 70, a Unesco, por intermédio do Conselho Internacional de Museu (Icom), elaborou um conceito mundialmente aceito que define o que é Museu. De acordo com o ICOM “Museu é uma instituição permanente, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e de seu desenvolvimento, aberto ao público, que adquire, conserva pesquisa, divulga e expõe, para fins de estudo, educação e lazer, testemunhos materiais e imateriais dos povos e seu ambiente.”

Pensando nesse conceito, é que se comemora neste ano a 9ª edição da Semana Nacional do Museu. NA Ufla, a programação se estende por toda a semana, e abrange desde visitações a palestras e exposições abertas a toda a comunidade.

Confira a programação:

16/05/2011 – 8h30 – Abertura oficial da Semana Nacional de Museus, com o tema: “Museu e Memória”.

Local: Câmpus Histórico da UFLA

16/5 a 20/5/2011 – 9h às 20h- Exposição –“ Memória da informática – A informação na linha do tempo”. Visitação aberta a estudantes de escolas públicas e particulares, universidade e comunidade em geral. Visitação de grupos com pré-agendamento no telefone: 3829 1205

17/5/ a 20/5/2011 – 09h às 20h – Exposição- “Memória da leitura e da escrita.” Exposição de obras raras, históricas e interessantes e objetos utilizados na escrita e impressão ao longo do tempo. Visitação de grupos com pré-agendamento.

Local: Biblioteca Central da Ufla

Museu de Historia Natural da UFLA: Câmpus histórico da UFLA

16/5 a 21/5/2011 – 9h às 17h – Exposição “Avis rara – Aaves Cara, Aves do sul de Minas”. Mostra de fotográfia de Cléber Alexandre da Silveira.

Local: Museu de História Natural

16/5 a 20/5/2011 – 8h30 às 14h- Visita guiada – visitas monitoradas a exposição permanente do museu, para escolas públicas e particulares. As visitas deveram ser pré-agendadas.

Local: Museu de História Natural

17/05/2011 – às 17h30- Palestra- A história do tempo na cosmologia

Local: sala de Audiovisual do Museu

Dia 18 comemoração do dia Internacional do Museus

18/5/2011 das 9h às 12 h – Ação Educativa “Magia da física e do universo” Exposição interativa que envolve os conceitos e mistérios da física.

Local: pátio externo do Museu

18/05/2011- 15 h –– Mostra de filme “Cinema com vida” – Exibição do filme” Os esquecidos”.

Local: Sala de Audiovisual do Museu

18/05 – 18h – Comemoração do Dia Internacional dos Museus – Apresentação do coral “Vozes do campo” da UFLA.

Apresentação Musica Antiga no Museu – Concerto de música Barroca com Duo Preludium- Luciano Salgado “Viola da Gamba e Alaudi Barroco” com Deborah Antonucci “Flauta Transversal Barroca e Flauta doce”.

Local: Escadaria do Museu.

19/5 – 15h – Mostra de filmes – “Cinema com vida”. Exibição do Filme “Tempos Modernos” direção de Charles Chaplin 1936,

Local: sala de Audiovisual do Museu.

20/5/2011 às 15 h- Exibição de filme. Doc. Museu – Exibição do documentário: “NAQOYQATSI” direção Godfrei Reggio – 2002

Local: Sala de Audiovisual do Museu.

21/5 – 08 as 12 h- Ação Educativa, sábado no Museu com atividades e divulgação científica no planetário com o Grupo Ufla Ciências. Vistas guiadas e observação de pássaros. Com visitas pré- agendadas.

Local: Museu de Historia Natural

PROEC divulga edital de seleção para estágio obrigatório na UFLA

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura comunica que estão abertas as inscrições para a seleção de candidatos a estágio obrigatório na UFLA. O candidato deverá apresentar disponibilidade de horário para cumprir a jornada semanal de 30 a 40 horas. O aluno poderá ser inscrever somente para uma vaga de estágio.

Alunos de instituições conveniadas com a UFLA e com frequência em curso compatível com a área de atuação podem se inscrever. Candidatos de outras instituições deverão apresentar comprovantes de que o estágio solicitado é OBRIGATÓRIO na conclusão de curso.

As inscrições serão feitas mediante preenchimento e encaminhamento das cópias dos seguintes documentos: Formulário de inscrição (modelo próprio disponível no site www.proec.ufa.br, em uma via impressa devidamente preenchida e assinada); Cédula de Identidade; Cadastro de Pessoa Física (CPF); Comprovante de matrícula; Histórico Escolar; Curriculum Vitae; Comprovante da apólice de seguro contra acidentes pessoais.

O candidato que não apresentar toda a documentação no ato da inscrição será automaticamente desclassificado.

As inscrições e os documentos solicitados para a seleção deverão ser entregues pessoalmente na PROEC, no período de 16 de maio a 10 de junho de 2011, nos horários das 8h45, de segunda a sexta-feira, ou enviados pelo correio (com AR – Aviso de Recebimento), com data de postagem até o dia 10 de junho de 2011, para o seguinte endereço:

Universidade Federal de Lavras
Pró-Reitoria de Extensão e Cultura
Coordenadoria de Estágios
Caixa Postal 3037
37200-000 – Lavras/MG

Mais informações no endereço: www.proec.ufla.br ou pelo telefone (35) 3829 1121

UFLA inicia pesquisa com Cafeeiros de grãos “gigantes”

No meio de uma lavoura de cafeeiros Bourbon, na Fazenda Santa Rita, em Piumhí, centro-este de Minas Gerais, uma planta diferente chamou a atenção do proprietário, Ottogamiz de Oliveira Júnior, e do consultor, o engenheiro agrônomo Florêncio Feio de Freitas Filho. Com produtividade semelhante às cultivares tradicionais, as plantas possuem folhas grandes e produzem grãos que chegam a ter o dobro do tamanho dos cafés convencionais. Referência em estudos sobre café, a Universidade Federal de Lavras (UFLA) inicia uma pesquisa para seleção e, provavelmente, o lançamento de nova cultivar do cafeeiro, que já foi apelidado de “Big Coffee”.

A pesquisa será conduzida sob a coordenação dos professores do Departamento de Agricultura da UFLA, Rubens José Guimarães e Samuel Pereira de Carvalho. A coleta do material vegetal para clonagem de plantas e de sementes para início do programa de melhoramento foi feita em visita técnica à Fazenda. As plantas do “Big Coffee” já estão na terceira geração e sua maior semelhança é com progênies de Maragojipe; porém, com níveis de produtividade superior. A suspeita é de que se trata de uma mutação natural. O estudo vai tentar determinar a herança genética da planta e analisar a viabilidade de selecionar uma nova cultivar, com o isolamento e fixação das características de interesse.

Com a intenção de perpetuar o genótipo diferenciado, o professor Samuel usará a técnica de clonagem por estaquia, para que as plantas descendentes do “Big Coffee” sejam idênticas à progênie original. A seleção do novo material também deverá ser realizada por meio de propagação via semente; porém, com a desvantagem de o material ainda ser segregante (desuniforme e não estável). A vantagem da clonagem feita a partir dos ramos ortotrópicos, segundo o professor Samuel, está na possibilidade de selecionar as progênies com as características desejáveis que, neste caso, deverão incluir frutos grandes, produtividade satisfatória, maturação uniforme e boa qualidade de bebida, para que as fut

uras gerações sejam exatamente iguais à planta-mãe.

Otimista com o novo estudo, o professor Rubens ressalta a importância da UFLA em pesquisa cafeeira, lembrando que existe uma demanda por grãos maiores para atender a nichos de mercado. De acordo com o professor, grãos do “Big Coffee” são tão grandes que não existem atualmente no mercado máquinas dimensionadas para seu beneficiamento e classificação. “O resultado deste estudo deverá ser um café diferenciado, com características superiores, focado principalmente no tamanho do grão. A UFLA, mais uma vez, quer fazer parte desta história”, enfatiza.

Abertas inscrições para Mestrado Profissional

A Pró-Reitoria de Pós-Graduação abre as inscrições para o processo seletivo 2011/2 dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da UFLA, na modalidade Mestrado Profissional (MP). Serão dois programas disponíveis, sendo 20 vagas para o de Administração Pública e 16 vagas para Educação. As inscrições deverão ser realizadas, via Internet, no site http://www.prpg.ufla.br, até 3 de junho. As atividades acadêmicas terão início em agosto de 2011.

Os candidatos serão selecionados segundo o limite de vagas, nos termos previstos pelo Edital e pelo Regulamento Geral dos Programas de Pós-Graduação. A duração do curso de Mestrado Profissional será de, no mínimo, 12 meses e, no máximo, 24 meses, sendo admitida a prorrogação por mais seis meses.

Na avaliação do vice-reitor, José Roberto Soares Scolforo, a aprovação dos Programas de Mestrado Profissional pelo MEC é uma vitória da UFLA e de seus servidores, que passam a ter a oportunidade de capacitação na própria Universidade. “O Mestrado Profissional faz parte de um amplo programa de qualificação do quadro de servidores, com a programação de abertura de novos Programas para atender a distintos públicos de referência”, considera.

Administração Pública

O Mestrado Profissional em Administração Pública tem como coordenador o professor Mozar José de Brito. Objetiva qualificar pesquisadores e servidores públicos federais, estaduais e municipais, além de profissionais liberais, para atuarem como gestores no âmbito do Estado e da sociedade civil organizada; capacitar profissionais de instituições sociais de caráter público não estatal para atuarem como gestores no âmbito das relações entre Estado e sociedade e profissionalizar o quadro de pessoal das instituições públicas e sociais.

Este Programa é voltado para profissionais graduados que exercem ou pretendem exercer atividades gerenciais em instituições públicas ou em instituições sociais de caráter público não estatal. Está dividido em duas linhas de pesquisa: Gestão de Organizações Públicas do Estado e Gestão de Organizações Públicas não Estatais.

Educação

O programa de Mestrado Profissional em Educação (MPE) tem como coordenadora a professora Cláudia Maria Ribeiro e objetiva a qualificação de professores para a atuação profissional avançada, transformadora de procedimentos e processos inerentes à atuação docente, realizada por meio da reflexão sobre a prática pedagógica, da incorporação de método científico e da utilização de recursos tecnológicos aplicáveis ao ensino-aprendizagem. É voltado para a formação de professores e terá como linhas de pesquisas as linguagens, a diversidade cultural e as inovações pedagógicas.

Informações sobre a caracterização, funcionamento e estrutura curricular estão disponíveis no Regulamento dos Programas:

UFLA promove palestra para estudantes e professores

A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e a Diretoria de Apoio e Desenvolvimento Pedagógico (DADP) promovem hoje, a partir das 13h30, no Salão de Convenções, a palestra "Desafios Acadêmicos para a Ampliação da Educação Superior Hoje", que será ministrada pelo prof. Ricardo Spindola, pedagogo, mestre em Educação e doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília (UNB).

O objetivo, segundo a diretora da DADP professora Tânia Regina de Souza Romero, é discutir como os estudantes e professores entendem o processo de ensino-aprendizagem no contexto da Universidade. Para ela, pretende-se fomentar a discussão de como as pessoas entendem o papel da universidade no processo de ensino-aprendizagem, principalmente, do ponto de vista da responsabilidade ética e social. "Queremos focar no papel dos educadores como incentivadores de ações para que os estudantes saibam aprender melhor, especialmente, considerando os novos ingressantes em universidades em nosso país que estão em uma nova realidade de mundo”, explica.

Ricardo Spindola é professor e pró-reitor de Graduação da Universidade Católica de Brasília e vice-presidente do Fórum Nacional de Pró- Reitores de Graduação, tendo como focos de atuação a formação de professores (as), educação e trabalho.

Serviço

Data: 11/05/11

Horário: 13h30 às 16h00

Local: Salão de convenções

Abertas inscrições para apresentação de Trabalhos no Esud 2011

Estão abertas as inscrições para apresentação de estudos do VIII Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância (ESUD), que tem como tema este ano, “A EAD e a transformação da realidade brasileira”. 

O evento que será realizado nos dias 3 a 5 de outubro, terá uma programação intensa, entre elas a apresentação de trabalhos acadêmicos. Esses trabalhos poderão ser inscritos no endereço: http://www.esud2011.ufop.br/index.php?option=com_content&view=article&id=75&Itemid=97, até o dia 18 de julho.

Serão aceitos artigos cientifico de oito áreas afins sobre Educação a Distância: EAD e Transformações Sociais; Mediação e Relações Pedagógicas em EAD; Práticas de Formação em EAD; Planejamento e Gestão em EAD; Inovações em TDIC para EAD; Institucionalização da EAD;  Avaliação da Aprendizagem em EAD e Avaliação Institucional e de Cursos em EAD, apresentados na forma de comunicação oral e/ou pôster.

O julgamento dos trabalhos científicos apresentados, será divulgado no dia primeiro de setembro, prazo também que o autor-apresentador do trabalho aprovado tem para se inscrever no congresso.

Para o coordenador do comitê Cientifico do ESUD, professor Ulisses Leitão, do Departamento de Ciências Exatas da Ufla,o evento é uma oportunidade única de incentivar a pesquisa e a inovação em EAD. “Há uma expectativa de submissão de mais de 350 artigos científicos nos 8 temas de interesse do evento. Teremos muito trabalho para selecionar as 48 apresentações orais e os 120 pôsteres que cabem no formato evento”.

 

A comissão organizadora do evento é composta também pelos professores Ronei Martins e Fernanda Ferrari, do Departamento de Educação –Ufla. Mais informações podem ser obtidas no site do evento: www.esud2011.ufop.br