UFLA e Universidade da Coreia do Sul assinam carta de intenção visando novas parcerias



7 de junho de 2018, 12:30 pm , com 943 visualizações

Assinatura da carta de intenções, entre o reitor da UFLA, o prefeito de Lavras e o presidente da Korea Center do Brasil.

Nesta quarta-feira (6/6), a Universidade Federal de Lavras (UFLA) recebeu uma comitiva da Coreia do Sul, com representantes do Korea Center do Brasil e da Gangneung-Wonju National University (Gangneung), para conhecer a Instituição e a cidade e pactuar uma carta de intenções, com a finalidade de desenvolver projetos de cooperação com atividades de ensino e pesquisa nas respectivas universidades, aprofundando a compreensão das tradições sociais e culturais de ambos os países e instituições. A expectativa é de posteriormente formalizar um acordo de cooperação.

Durante a manhã, foi realizada uma reunião no Salão dos Conselhos da Reitoria entre o reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo; o prefeito de Lavras, José Cherem; representantes do Korea Center do Brasil e da Gangneung-Wonju National University (Gangneung): professor Douglas Hwangho e Jaime Shim, entre outros professores, pesquisadores e gestores da UFLA.

Professor Douglas Hwangho e Jaime Shim

O professor Douglas Hwangbo, presidente da Korea Center do Brasil, com 20 anos de experiência em intercâmbio de economia e negócios, justificou a escolha da UFLA como parceria. “Cada vez mais novas empresas estão se concentrando na nossa cidade e nossa intenção é de fazer um Centro Cultural do Brasil, tendo como um dos focos o café. A recomendação que tivemos desde o início para essa parceria foi a UFLA. Durante 20 anos, nossos produtos coreanos foram vendidos no Brasil. Agora vamos esforçar para que o contrário também aconteça: para que produtos brasileiros sejam vendidos na Coreia. Hoje o assunto será essencialmente o café, mas em outras ocasiões pretendemos abordar tecnologia da informação e biotecnologia”.

Neste sentido, o reitor, professor Scolforo, destacou a importância de diversas pesquisas e estudos realizados na UFLA, como o início da expansão do cerrado brasileiro e a formulação do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural, além da tradição no café. “Nos últimos 12 anos, a UFLA teve um desenvolvimento impressionante tanto na estrutura física quanto na qualidade. Hoje, posso dizer que no mundo do café, a nossa Universidade é a maior referência no Brasil. Aqui na UFLA podemos chegar a um café que atenda as expectativas de diversas regiões, como na Coreia do Sul. Além disso, somente a nossa região do Sul de Minas (Lavras ao limite com São Paulo) produz 25% do café brasileiro”. O reitor salientou ainda que das 11 universidades federais de Minas Gerais, a UFLA foi escolhida pelo Governo Federal para sediar o Pólo de Excelência do Café. Além de contar com a Agência do Café, Inovacafé.

Representantes da UFLA e Korea Center do Brasil

Enfatizou também algumas tecnologias que já foram concebidas na UFLA com o foco na qualidade do café, como as embalagens desenvolvidas pelo professor Flávio Meira Borém, em parceria com as empresas Klabin S.A. e Videplast, que possibilitam a manutenção dos atributos sensoriais dos cafés especiais. “O café sai daqui e chega com a mesma qualidade ao seu destino final”.

Na ocasião, o prefeito apresentou dados da cidade e as possibilidades de alcance da nova parceria. “A cidade sente muito orgulho da UFLA e de todos aqueles que aqui trabalharam e trabalham para construir esse legado. Prevemos um futuro próspero para o município, que está preparado para recebê-los e é um lugar muito bom para viver e investir”.

Além da reunião, a Comitiva da Coreia do Sul realizou uma visita à Inovacafé, à Prefeitura de Lavras, ao Parque Tecnológico da UFLA, e como encerramento houve a assinatura da carta de intenções, entre o reitor da UFLA, o prefeito de Lavras e o presidente da Korea Center do Brasil.

Foto Tarsis Murad

Visita à Inovacafé

A programação também contou com visita ao complexo da Agência de Inovação do Café (InovaCafé), conduzida pelos professores Mário Lúcio Vilela de Resende, Rubens José Guimarães e Antônio Nazareno Guimarães Mendes e pelo técnico agropecuário do setor de Cafeicultura (DAG) Mauro Magalhães.

Os anfitriões explicaram sobre o funcionamento da agência, que abriga diversos setores ligados a toda a cadeia produtiva do café, além de esclareceram dúvidas dos visitantes quanto a qualidade, inovações, pesquisas e variedades. Destaque para as visitas ao Pólo de Excelência do Café e à Vitrine de Cultivares do INCT do Café.  

“Estamos situados em um local que é um verdadeiro complexo de negócios ligados ao café. Além disso, temos a Gangneung-Wonju National University (GW), onde pretendemos implantar um centro acadêmico voltado ao café, para que os alunos possam aprender todos os processos, do cultivo até a indústria. A visita à InovaCafé foi muito proveitosa, proporcionando conhecimentos que nos ajudarão a alcançar nosso objetivo”, disse o presidente da Korea Center do Brasil e professor da GW, Douglas Hwangbo.

Com a colaboração da Ascom Inovacafé, Tarsis Murad

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

junho 2018
D S T Q Q S S
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo