Egresso da pós-graduação da UFLA recebe homenagem em Moçambique

Gonçalves Jotamo Marrenjo foi homenageado em Moçambique, em função de produção acadêmica desenvolvida no PPGCS/UFLA.

O egresso do curso de mestrado em Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras Gonçalves Jotamo Marrenjo foi homenageado por mérito científico na Aula Inaugural 2018 da Universidade Pedagógica de Moçambique, onde é professor. A honraria recebida está relacionada com a produção acadêmica de Gonçalves, desenvolvida durante o período de pós-graduação na UFLA.

Para realizar a pós-graduação entre 2013 e 2015, contou com bolsa do Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG), viabilizado pela parceria entre Ministério das Relações Exteriores (MRE), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

De acordo com o professor do Departamento de Ciência do Solo (DCS) Yuri Zinn, orientador de Gonçalves, o então estudante participou de duas publicações durante o período. “Logo ao iniciar seu curso, como treinamento preliminar, Gonçalves compilou a literatura sobre mudanças nos teores de Carbono (C) e Nitrogênio (N) dos solos brasileiros cultivados, tabelando os dados e realizando uma meta-análise estatística, parecida com a que desenvolvi no meu próprio doutorado em 2003”, explicou.

Os resultados do estudo foram publicados em periódico científico de importância – Agriculture, Ecosystems & Environment –  e demonstraram que os solos brasileiros cultivados perdem 14% de seu carbono orgânico e nitrogênio em comparação com a vegetação nativa. “Isso é importante não só porque comprova a estabilidade da matéria orgânica do solo no Brasil, em relação a países temperados, mas também porque a razão C:N do solo, considerada um indicador da qualidade do solo, não se altera significativamente mesmo em solos degradados ou melhorados.”, acrescenta o professor.

Yuri relata, ainda, que após esse treinamento, Gonçalves foi a campo amostrar solos para estudo similar, porém não vinculado ao primeiro trabalho. Desta vez o foco foi sobre o cultivo de arroz inundado no Sul de Minas Gerais e deu origem a sua dissertação de mestrado, que gerou trabalho publicado em 2016 no jornal Pesquisa Agropecuária Brasileira, da Embrapa. “Entre outros resultados, esse trabalho apresentou os primeiros estudos de micromorfologia do solo sob arroz inundado no Brasil, em coautoria com outro aluno do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo (PPGCS), Eduane Pádua, e envolveu parceria tripla da UFLA com a Universidade Pedagógica de Moçambique e a Epamig, à qual pertence a área experimental”, diz Yuri.

De acordo com o orientador de Gonçalves, a premiação recebida pelo egresso evidencia os benefícios das cooperações internacionais, tanto para a UFLA, quanto para a universidade à qual o estudante está ligado. “Ao recebermos alunos de países em desenvolvimento para cursar pós-graduação, iniciamos parcerias importantes não só para a inserção internacional da UFLA, mas especialmente para a própria universidade estrangeira, conforme bem demonstra a premiação oferecida ao ex-aluno. Isso é especialmente importante quando os recursos de fomento são escassos, como é o caso agora”, afirma.

Projeto Asas/UFLA promove espetáculo teatral acessível em Libras em 20/5

A peça “Como sobreviver em festas e recepções com buffet escasso” contará com interpretação para a comunidade surda, em uma iniciativa pioneira em Lavras e região

Cultura e acessibilidade caminham juntas na próxima apresentação teatral realizada na UFLA. No dia 20/5, às 19h, a Universidade recebe a peça “Como sobreviver em festas e recepções com buffet escasso” no Salão de Convenções, que contará com uma interpretação em Libras, promovendo a acessibilidade da comunidade surda de Lavras e região.  O evento é promovido pelo projeto de extensão Acessibilidade na Saúde em Atendimento aos Surdos – Asas, com expectativa de receber 350 pessoas, entre surdos e ouvintes.

O espetáculo é produzido e interpretado por Carlos Nunes. Em abril de 2001, a a peça recebeu o “Prêmio Amparc/Bonsucesso” por ter sido o espetáculo com maior público no ano 2000 em Belo Horizonte (150 mil pessoas em 300 apresentações). Com o espetáculo, o ator conquistou também o “Prêmio Sesc/Sated” de melhor comediante/humorista, além do “Prêmio Multishow do Bom Humor Brasileiro”.

Para o coordenador do Asas, o tradutor e intérprete de Libras da UFLA Welbert Sansão, a iniciativa é inovadora na região, a partir de uma interpretação em Libras que propicia o acesso à cultura e integração da comunidade surda. “Acreditamos que o lazer, como uma apresentação teatral, é algo fundamental para promover saúde e bem-estar social para a população lavrense”, ressalta.

Os ingressos podem ser trocados por 1 kg de alimento não perecível na Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Comunitários (Praec), de segunda a sexta, das 8h30 às 11h30 e das 14h às 16h30. É também possível fazer a troca na hora e no local do evento . Mais informações na Praec pelo (35) 3829 1132.

Mobilidade Acadêmica no Mercosul: últimos dias para inscrições de estudantes de Medicina Veterinária e Agronomia

Esses são os últimos dias de inscrições para a seleção interna para Mobilidade Acadêmica no Mercosul, no âmbito do Programa de Mobilidade Acadêmica Regional em Cursos Acreditados (Marca). As vagas são para estudantes matriculados nos cursos de graduação em Medicina Veterinária e Agronomia. Os selecionados participarão do programa no segundo semestre de 2018, na Argentina e na Bolívia (no caso de estudantes da Medicina Veterinária), e na Argentina e Uruguai (no caso dos estudantes de Agronomia)

Confira os editais divulgados pela Diretoria de Relações Internacionais da Universidade Federal de Lavras (DRI/UFLA)

EDITAL N° 003/2018/DRI/UFLA (Medicina Veterinária)

Edital N° 002/2018/DRI/UFLA (Agronomia)

As inscrições devem ser feitas das 8h às 12h e das 14h às 17h (até 18/5 para a Medicina Veterinária e até 21/5 para a Agronomia), na DRI (prédio da Reitoria). A inscrição se efetivará por meio de formulário específico disponível no anexo do edital, que deverá ser preenchido e assinado pelo interessado e entregue, pessoalmente ou por procuração assinada pelo candidato, na DRI, juntamente com os demais documentos solicitados.

O Marca

É um programa de mobilidade de estudantes de graduação promovido pelo setor educacional dos governos dos países do Mercosul Participam deste programa os países membros e associados do bloco, incentivando a integração regional. A mobilidade se realiza entre os países do Mercosul e se desenvolve através de períodos letivos regulares de um semestre acadêmico, entre instituições cujos cursos são acreditados (reconhecidos) pelo Sistema ARCU-SUL. Trata-se de programa com auxílio financeiro.

Outras informações: dri@dri.ufla.br ou (35) 3829-1858.

BRFair, CLAC e UFLA realizam Semana FairTrade em comemoração ao Dia do Comércio Justo

Em maio, mais especificamente no segundo sábado do mês, é comemorado o Dia Internacional do Comércio Justo. Com o intuito de celebrar a data, a Universidade Federal de Lavras (UFLA) sediará, nos dias 21 a 25, uma série de atividades envolvendo o projeto “Universidades Latino-Americanas pelo Comércio Justo”. A iniciativa será coordenada pela Associação das Organizações de Produtores Fairtrade do Brasil (BRFAIR) e pela Coordenadora Latino-Americana e do Caribe de Pequenos Produtores e Trabalhadores do Comércio Justo (CLAC), em parceria a Agência de Inovação do Café (InovaCafé) e a Cafeteria Escola CafEsal. 

A programação terá início no dia 21, na CafEsal, com a Semana dos Cafés Certificados Fairtrade. Ao longo de toda a semana, será ofertado um cardápio especial com cafés de diferentes produtores servidos em métodos especiais de preparo. A Sugestão da Barista (opção de bebida à base de café que varia semanalmente) também será diferenciada, por meio da harmonização de suco de laranja com certificação FairTrade com os cafés da semana.  

Os dias 22 e 23 serão destinados a reuniões de organizações certificadas e de pequenos produtores. Já no dia 24, no anfiteatro da InovaCafé, acontece reunião da comunidade acadêmica com os produtores da BRFAIR e de associações de cafeicultores e produtores de laranja vinculados ao Fairtrade, apresentando demandas e ideias relacionadas à área de pesquisa e extensão, de acordo com a necessidade de suas cooperativas, comunidades e organizações. À tarde, haverá a culminância das atividades na Cafeteria CafEsal.      

A UFLA é reconhecida pelas suas ações focadas em sustentabilidade e é considerada a instituição de ensino mais sustentável da América Latina. Em 2014, a BRFAIR e a CLAC iniciaram seu relacionamento com a universidade, apresentando o projeto de Universidades Latino-Americanas pelo Comércio Justo. Após cumprimento de alguns critérios, a UFLA foi reconhecida pelo comitê internacional como a primeira Universidade pelo Comércio Justo do Brasil.  

Sobre o Comércio Justo (Faitrade)

O Fair Trade contribui para o desenvolvimento sustentável ao proporcionar melhores condições de troca e a garantia dos direitos para produtores e trabalhadores à margem do mercado. Trata-se de uma parceria comercial, baseada no diálogo, na transparência e no respeito, visando maior equidade no comércio internacional. Além disso, busca-se contribuir para o desenvolvimento sustentável, por meio de melhores condições de troca e garantia dos direitos para produtores e trabalhadores à margem do mercado, principalmente no Hemisfério Sul.

Ascom InovaCafé

UFLA recebe Swami Ramananda em palestra sobre paz e compaixão em tempos de conflito

Na última segunda-feira (14/5), a Universidade Federal de Lavras (UFLA) recebeu o monge americano de Yoga, Swami Ramananda na palestra “Cultivando a paz e compaixão em tempos de conflitos”, realizada no Anfiteatro do Departamento de Administração e Economia (DAE/UFLA).

Na ocasião, o palestrante abordou sobre como os ensinamentos e práticas do Yoga podem auxiliar as pessoas a encontrar solo firme em meio a tantas turbulências do mundo, tornando-as consciente dos seus medos e conflitos internos, para assim fazer as pazes com seu próprio coração e transmitir essa mensagem de paz.

Swami Ramananda é um monge do Yoga Integral reconhecido mundialmente, que tem se dedicado à prática por mais de 40 anos. Atualmente mora na cidade de Buckingham, Virginia, nos Estados Unidos.

A palestra contou com a presença de cerca de 80 pessoas de Lavras e região, sendo arrecadados alimentos não perecíveis, bem como roupas e calçados, que foram destinados para entidades filantrópicas da cidade.

O evento foi promovido em parceria com o projeto da UFLA de “Yoga e Qualidade de Vida”, coordenado pela professora do DAE, Viviane Santos Pereira e o Centro de Yoga Integral Satchidananda (CYIS).

Interessados em acompanhar outras informações podem solicitar a participação no grupo Yoga na Capela do Facebook.

Luciana Tereza- estagiária Dcom/UFLA, com colaboração da professora do DAE, Viviane Santos Pereira.