Abertas as inscrições para o concurso Green Talents Award 2018 da Alemanha

Estão abertas as inscrições para o concurso Green Talents – O Fórum Internacional para Grandes Talentos em Desenvolvimento Sustentável, promovido pelo Ministério da Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF). Até 23/5, serão aceitas candidaturas de jovens pesquisadores das áreas de desenvolvimento sustentável.

Os 25 candidatos premiados visitarão a Alemanha por duas semanas, conhecendo instituições de pesquisa alemãs de excelência e recebendo informações em primeira mão sobre a pesquisa na área de sustentabilidade no país.

Em 2019, os “Green Talents” serão convidados a voltar à Alemanha para uma estadia de pesquisa inteiramente financiada de até três meses, em uma instituição da escolha do vencedor. 

Mais informações podem ser obtidas no site.

Luciana Tereza- estagiária Dcom/UFLA

UFLA na mídia: Cafeteria Escola CafEsal foi destaque em série especial sobre café no G1 Sul de Minas e na EPTV

O projeto “Cafeteria Escola CafEsal,” da Universidade Federal de Lavras (UFLA), foi destaque no G1 Sul de Minas e no jornal da EPTV – 1ª edição da última semana. A reportagem integra a série “Grão Sagrado” e trata do acesso que os estudantes possuem à cadeia produtiva do café dentro da universidade.

O projeto utiliza o café que é produzido e colhido dentro da instituição, e permite aos estudantes acompanharem todas as etapas da cadeia produtiva, que inclui preparar o terreiro, plantar, analisar o desenvolvimento, colher, torrar e servir o café na xícara ao consumidor final.

A Cafeteria Escola foi criada em 2016 pela Agência de Inovação do Café (InovaCafé), com a proposta de educar, conscientizar e promover conhecimento sobre cafés de qualidade. Localizada no Centro de Convivência, a cafeteria conta com equipe multidisciplinar formada por estudantes voluntários e bolsistas.

Confira as matérias na íntegra no Jornal da EPTVe noG1 Sul de Minas.

Luciana Tereza- estagiária Dcom/UFLA

Alteração nos formulários de Atividade Acadêmica Internacional dos discentes de graduação

A Diretoria de Relações Internacionais (DRI) e a Diretoria de Planejamento e Gestão Acadêmica (DPGA/PRG) informam sobre atualizações no trâmite referente ao processo de Atividade Acadêmica Internacional (AAI) dos discentes de graduação da UFLA que realizam mobilidade no exterior.

Foram feitas alterações nos formulários que possibilitam um acompanhamento mais efetivo da Coordenação do Curso nas etapas de solicitação e encerramento de AAI. Assim, a partir de agora, dois formulários dependem da anuência da Coordenação do Curso em que o discente está matriculado, a saber, o (i) Termo de Responsabilidade e (ii) Relatório Final.

(i) O Termo de Responsabilidade é o documento no qual a Coordenação do Curso declara que a atividade a ser realizada trata-se de atividade acadêmica, além de manifestar formalmente sua ciência e concordância com a mobilidade a ser realizada;

(ii) O novo formulário de Relatório Final, que traz a novidade da obrigatoriedade da avaliação da Coordenação do Curso antes da sua entrega na DRI.

Além destas alterações, foi modificado também o formulário em que o estudante solicita Regime Acadêmico Diferenciado (RAD), para que os docentes responsáveis pelas disciplinas percebam a importância do cumprimento estrito dos regulamentos, no caso em que concordarem em conceder o RAD ao discente.

As alterações têm validade a partir desta segunda-feira (23/4), e todos os formulários com suas alterações estão disponíveis na página da DRI. As diretorias ainda ressaltam acerca do prazo de entrega dos formulários de solicitação de AAI (e RAD, quando necessário) na DRI: no mínimo 15 dias antes do início das atividades no exterior.

A Resolução CEPE Nº121, de 14 de maio de 2014 (que regulamenta a AAI), não foi alterada e permanece respaldando os afastamentos de discentes que se derem por mobilidade, desde que as atividades desempenhadas sejam reconhecidas pelo Colegiado do Curso como atividades acadêmicas.

Alberto Moura, estagiário DCOM/UFLA

Música na programação da semana na UFLA: confira os eventos e participe

Quem deseja mergulhar na cultura erudita e popular, encontra uma programação diversificada nesta semana.

A sétima edição do Sarau Música no Museu abre as atrações com evento na quinta-feira (26/4), a partir das 19h30 no Museu Bi Moreira, localizado no câmpus histórico da Universidade Federal de Lavras (UFLA).  A edição marca o início do segundo ano do evento, que é organizado mensalmente pela Coordenadoria de Cultura da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), com direção artística de Daniel Paes de Barros.

Aberto para toda a comunidade, o evento tem entrada gratuita. Os participantes podem apresentar poesia, representação dramática, monólogos, performance com instrumentos, canto, entre outros. Para isso, basta o interessado se inscrever pelo e-mail musica@proec.ufla.br. Mais informações pelo telefone: (35) 3829-1585.

Cartaz do evento

Beethoven

Na sexta-feira (27/4), é a vez de conhecer as obras de um dos maiores mitos da música clássica.  O segundo encontro do curso “Beethoven: uma vida de música” acontece no Museu de História Natural da UFLA a partir das 19h. Oferecido pela Coordenadoria de Cultura da Proec o curso é uma oportunidade de conhecer a obra de Ludwig van Beethoven em audições de cada uma de suas sinfonias, comentadas pelo regente Daniel Paes de Barros. Entrada gratuita. 

Cartaz do evento

Coral

O coral Meninas Cantoras de Lavras se apresenta neste sábado (28/4), com um concerto de gala no auditório Lane Morton, no Instituto Presbiteriano Gammon, no centro de Lavras.  A atração comemora os 10 anos do grupo e está sob direção artística e regência de José Maciel. A participação especial fica por conta do Coral Vozes do Campus. A apresentação começa às 20h e o ingresso custa R$ 15.

Cartaz do evento

Pollyanna Dias – jornalista e bolsista DCOM/Fapemig.

O Encontro Sul Mineiro de Cafeicultores já tem data marcada: 3 de maio

O evento, concebido pelo Núcleo de Estudos em Cafeicultura (Necaf) do Departamento de Agricultura da Universidade Federal de Lavras (UFLA), chega à sua 20ª edição em 2018, contando com os seguintes realizadores: Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/MG), UFLA, Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe), Prefeitura Municipal de Lavras e Necaf. 

A Agência de Inovação do Café (InovaCafé) sediará o encontro, que tem em sua programação, além de abertura oficial, palestras de campo sobre agricultura de precisão, pré e pós colheita, cultivares, diferentes tipos de manejo e plantas de cobertura, promovidas por docentes e discentes da UFLA, pesquisadores e extensionistas de instituições ligadas à promoção da atividade cafeeira.  

Assim, produtores do sul do Estado poderão ter acesso a conhecimentos e inovações voltadas à melhoria da qualidade do café, ao aumento da produtividade e à diminuição dos custos de produção. “Todo o conhecimento e a tecnologia produzidos na universidade por meio de pesquisas ligadas à cafeicultura são transferidos aos produtores, promovendo uma capilaridade e uma difusão muito grandes”, explica o coordenador do Necaf, Rubens José Guimarães.  

Expansão

Devido ao sucesso do evento e com o objetivo de disseminar a iniciativa a outras localidades, a Emater/MG passou a realizar, a partir do ano de 2000, o Circuito Mineiro de Cafeicultura, sendo o Encontro Mineiro de Cafeicultura uma de suas etapas. O Circuito ocorre em diversas cidades pertencentes a regiões cafeeiras do Estado.

Dicas de Português: Logradouros, cargos, documentos

Qual a forma correta de escrever o nome de ruas? Usamos as letras maiúsculas ou minúsculas? E cargos é sempre maiúsculas? E documentos?

As normas oficiais de 1943 e Acordo Ortográfico de 2009 deixam à escolha do redator o uso de inicial maiúscula ou minúscula na denominação ou categorização de logradouros públicos, templos e edifícios.

O que se pode observar é uma tendência ao uso das minúsculas quando a inicial maiúscula não é obrigatória (a maiúscula é obrigatória no caso de nomes próprios e no início da frase, para citar as regras básicas). Então, no momento em que se trata de ruas, praças e avenidas, somente o nome delas precisa ser grafado com inicial maiúscula. A indicação do tipo pode vir de uma ou outra maneira. Exemplos:

Ex.: Mora na rua Treze de maio.

Mora na rua Frei Caneca, 21.

Mora na Avenida das Bandeiras

O escritório se localiza na Praça do Congresso.

 

CARGOS

  • Uso mais INFORMAL, em revistas e jornais:

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; o vice-governador
Fulano de Tal; a prefeita Ângela Silva; a rainha Elizabeth.

  • Uso mais FORMAL, em documentos, correspondência oficial, escritos científicos:

O Presidente da República; o Governador Fulano de Tal; o Papa Francisco; o Duque de Caxias.

 

DOCUMENTOS E AFINS

O fato de vir o número junto do nome do documento e assim individualizá-lo sugere o uso de inicial maiúscula; mas novamente, por serem graficamente menos chamativas, as minúsculas estão sendo muito usadas, à exceção das siglas e abreviaturas (CPF, R.G. nº 000)

Opções: ou ofício nº 1, carteira de identidade nº 1, título de eleitor nº 1 ou Ofício nº 1, Carteira de Identidade nº 1, Título de Eleitor nº 1.

 

Fonte: Não tropece na língua

Maria Tereza de Queiroz Piacentini

 

Paulol Roberto Ribeiro

Dcom