Negociações em Brasília: reitor cumpriu agenda de reuniões para articular investimentos para a UFLA



13 de Abril de 2018, 9:08 am , com 875 visualizações

Após assumir o Ministério da Educação, Rossieli Soares (ao centro) recebeu o reitor da UFLA para tratar de demandas da Universidade. À esq., Mauro Rabelo, e à dir., prof. Scolforo.

Com o objetivo de viabilizar projetos e conquistar investimentos para a Universidade Federal de Lavras (UFLA), o reitor da instituição, professor José Roberto Soares Scolforo, participou de uma série de reuniões em Brasília entre os dias 10/4 e 12/4. As atividades incluíram agenda nos ministérios da Educação (MEC), da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Esporte, além de reuniões no Banco do Brasil e com parlamentares.

Scolforo participou da cerimônia de posse do ministro da Educação, Rossieli Soares. Na sequência, conseguiu audiência no MEC com o novo ocupante da pasta. Entre os temas discutidos estiveram a conclusão de estruturas físicas em andamento no câmpus, a aquisição de equipamentos e o atendimento a outras demandas da comunidade acadêmica. “O montante solicitado pela UFLA é bastante elevado, mas acreditamos que parte expressiva poderá ser assegurada”, avalia Scolforo. Ele relata que um volume considerável de recursos está sendo negociado por meio da liberação do empenho de uma emenda parlamentar do deputado federal Carlos Melles.

Após ter assumido o cargo, a reunião foi a primeira do novo ministro com um reitor. Também participou do encontro o diretor de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (Difes) Mauro Luiz Rabelo. Com a informação de que a implantação do câmpus da UFLA em São Sebastião do Paraíso já foi aprovada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), eles trataram também das condições necessárias para que se dê andamento ao projeto, garantindo a ele o alto nível de qualidade já reconhecido nos processos da UFLA. Segundo o reitor, o ministro assumiu o compromisso de empenhar todo o esforço necessário para a viabilização das demandas.

Reunião no Ministério do Esporte.

Em encontro no Ministério do Esporte, a pauta foi a viabilização dos projetos do ginásio de ginástica aeróbica e da piscina semi-olímpica aquecida. A reunião foi na Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento (SNEAR), onde o reitor foi recebido pelo diretor do Departamento de Infraestrutura do Esporte, Antônio Leite dos Santos Filho, pela assessora Isabele Cordeiro e por outros membros da equipe técnica. Os projetos já tiveram parecer positivo da Secretaria há algum tempo, porém, devido a restrições orçamentárias, ainda aguardam posicionamento final. Na avaliação de Scolforo, a conversa foi produtiva. “A equipe demonstrou interesse e boa vontade em viabilizar as condições. Partiremos para uma próxima etapa, em que a SNEAR buscará o apoio de outra secretaria do Ministério do Esporte para estudarem as possibilidades de financiamento”, relata. Uma próxima reunião deverá ocorrer ainda este mês, com a presença do novo ministro e as duas secretarias, para dar continuidade às negociações.

O reitor se reuniu ainda, no MCTIC, com o chefe de gabinete do ministro, Carlos Koji Takahashi, para verificar andamento de processo relativo à TV Universitária. A intenção é viabilizar a continuidade da transmissão pelo sinal analógico até que o sistema digital esteja estruturado. Há também o planejamento de que a outorga possa ser transferida da Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe) para UFLA. Considerando os entraves burocráticos ainda existentes, negociações estão sendo feitas para garantir uma solução de curto prazo.

Da esq. p/ dir.: deputado Carlos Melles, Elton Santa Fé Zacarias (MCTIC) e o reitor da UFLA.

Ainda no MCTIC, o secretário-executivo Elton Santa Fé Zacarias recebeu demandas da UFLA relativas à estrutura de datacenter e rede lógica para atender ao campus e ao Parque Tecnológico, em um arranjo futurista que trará reflexos para ensino, pesquisa, extensão, inovação e a sociedade.

No Banco do Brasil, em encontro com o gerente executivo Fernando Condes Medeiros e o assessor Rodrigo Teixeira, foram discutidas possibilidades de financiamento do banco para alguma das novas estruturas físicas do campus ou das que estão com execução em andamento. Outro tema foi a necessidade de melhorias da infraestrutura da agência do Banco do Brasil que opera dentro da UFLA. O posicionamento do banco quanto às demandas deverá ser definido nas próximas semanas.

Além de passar pelos ministérios e Banco do Brasil, o reitor esteve com o deputado federal Reginaldo Lopes para tratar de emendas parlamentares e outras demandas da Universidade. Já com Melles, que também o acompanhou ao MCTIC, a conversa buscou acertar condições para que a UFLA continue sua expansão com qualidade e para que o campus de São Sebastião do Paraíso seja viabilizado dentro dessas premissas.

O reitor avalia que as reuniões foram produtivas, porque iniciaram ou deram seguimento a mobilizações para ações importantes para a Universidade junto às diferentes equipes de trabalho do governo. “Essa rotina de apresentar resultados e demandas, demonstrar o desenvolvimento da instituição, acompanhar o andamento dos processos, reforçar a importância das solicitações e acrescentar novos argumentos e justificativas, com idas constantes a Brasília, exige esforço, não apresenta resultados imediatos, mas tem sido essencial para os avanços que temos obtido. É necessário persistir até que se finalize as tratativas, com alcance dos objetivos”, diz.

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

Abril 2018
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivo