Inscrições para o programa Bolsa Calouro da Praec têm início nesta quinta-feira (5/4)

A Bolsa é voltada aos alunos que possuem vulnerabilidade socioeconômica

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Comunitários (Praec) da Universidade Federal de Lavras (UFLA) abre, nesta quinta-feira (5/4), o período de inscrições no programa Bolsa Calouro. As inscrições podem ser realizadas até 15 de abril, no site do Sistema Integrado de Gestão/UFLA (SIG-UFLA).

O candidato deve fazer o login, acessar a área de Editais de Bolsas Institucionais, selecionar o edital e confirmar a inscrição. A pró-reitoria ressalta que a Bolsa Calouro é voltada aos alunos que ingressaram na Universidade no primeiro semestre letivo de 2018, vulneráveis socioeconomicamente e graduandos de cursos presenciais. A vigência do contrato vai de 2 de abril a 30 de setembro de 2018. A seleção dos candidatos vai seguir os critérios da Praec.

Não podem se candidatar estudantes que tenham vínculo empregatício de qualquer natureza ou exerça atividade remunerada, incluindo estágio.Quem já recebe bolsa, seja fomentada pela UFLA ou por agências, também não pode se inscrever no Bolsa Calouro. 

O resultado da seleção será divulgado em 23 de abril nos sites da Praec e do SIG-UFLA. A pró-reitoria vai disponibilizar a relação dos candidatos aprovados até o limite de vagas disponíveis e dos estudantes em lista de espera, caso haja.

Mais informações sobre o edital do programa Bolsa Calouro você confere no site da Praec.

Sobre o Programa Bolsa Calouro

A iniciativa tem como propósito oferecer aos estudantes uma experiência de vivência acadêmica mínima para que, ao final do período de seis meses, eles possam participar do Programa Institucional de Bolsas. Esse benefício se divide nas modalidades  Ensino e Aprendizagem, Iniciação Científica, Extensão e Cultura e Ações Comunitárias.

Alberto Moura, estagiário DCOM/UFLA

Teve início o Encontro Regional de Matemática Aplicada e Computacional na UFLA

Solenidade de abertura ocorreu na manhã desta quarta-feira (4/4)

Pela primeira vez a Universidade Federal de Lavras (UFLA) sedia o Encontro Regional de Matemática Aplicada e Computacional (Ermac) da Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional (SBMAC). O evento será realizado até sexta-feira (6/4) e tem como objetivo congregar pesquisadores, estudantes e demais interessados em aplicações de conteúdos matemáticos nas mais diversas áreas de conhecimento.

A solenidade de abertura foi realizada na manhã desta quarta-feira (4/4) no Salão de Convenções da UFLA. Representando a Comissão Organizadora do evento, a professora Evelise Roman Corbalan Góis, do Departamento de Ciências Exatas (DEX), disse sobre a satisfação em proporcionar esse encontro na UFLA, com a participação de 25 instituições diferentes logo na primeira edição. “Hoje me lembrei do meu tempo de graduação, quando vislumbrava um mundo de aplicações da matemática. E é um sonho antigo poder oferecer isso aos nossos estudantes”, destacou.

O chefe do DEX, professor Ulisses Azevedo Leitão, ressaltou a evolução que a área de matemática tem alcançado, e reforçou a importância de fortalecer a matemática aplicada na UFLA. O chefe do Departamento de Ciência da Computação, professor Renato Ramos da Silva, compartilhou do mesmo pensamento e destacou o momento ímpar da UFLA sediar esse evento.

Também esteve presente a professora Sandra Mara Cardoso Malta, representante da Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional. “É muito gratificante ver esse encontro acontecendo pela primeira vez em uma instituição, isso é um importante passo para o fortalecimento regional”, disse Sandra.

Palestra de abertura

Representando a UFLA, compareceram a pró-reitora de Assuntos Estudantis e Comunitários, professora Ana Paula Piovesan Melchiori e o pró-reitor de Graduação, professor Ronei Ximenes Martins. Ana Paula, que pertence ao DCC, enfatizou a relevância da matemática para a área da computação e de todas as inovações do mundo de hoje. “A sociedade usufrui da tecnologia sem saber de toda a matemática presente”.

O pró-reitor de Graduação aproveitou a ocasião para agradecer a colaboração de todos na Universidade para que um evento seja realizado, sendo de extrema relevância para a divulgação da ciência. “Toda ação de máxima popularização da ciência é importante. Poder levar esse conhecimento à sociedade é um dos nossos deveres. E quando fazemos o que gostamos não há sofrimento”, afirmou.

Após a solenidade de abertura teve início a palestra do professor Marcelo Ângelo Cirillo, do Departamento de Estatística da UFLA. Ele apresentou a otimização em experimentos de mistura com restrição na variância de predição. As demais palestras serão realizadas na tarde desta quarta-feira até sexta. Além disso, serão apresentados trabalhos em sessões de pôsteres e haverá a realização de minicursos.

Projeto Lavrastec é apresentado a participantes

O coordenador da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica (Inbatec) e do Parque Tecnológico e Científico (Lavrastec) da UFLA, professor Luiz Gonzaga, apresentou o empreendimento em andamento, que vai abrigar empresas e startups voltadas para tecnologia e inovação.  “O Parque Tecnológico e Científico vai ampliar a interação entre empresas investidoras e a comunidade científica da UFLA, permitindo o avanço de pesquisas direcionadas à inovação. Além de englobar empresas já consolidadas, será um espaço para incubação de empresas, incentivando estudantes a desenvolverem ideias que podem se transformar em novos negócios”, explicou. 

O Lavrastec é o maior investimento da história da UFLA, com 68 mil m² – dos quais 12 mil são de área construída. A estrutura conta com um prédio empresarial, com 42 salas de 50m², além de três prédios administrativos, abrigando 72 salas de 25m². O parque prevê também auditório para eventos e centro de convivência aberto à comunidade.