UFLA anuncia seleção para professor substituto em 12 áreas do conhecimento – Confira Edital

26.10-foto-navesA Universidade Federal de Lavras (UFLA) anuncia a abertura de inscrições para seleção de professor substituto para o preenchimento de doze vagas em oito Departamentos e 12 áreas do conhecimento.

  • Departamento de Administração e Economia (DAE) – Economia e Finanças no Setor Público (duas vagas)
  • Departamento de Ciência da Computação (DCC) – Sistemas de Computação e Sistemas de Informação (duas vagas)
  • Departamento de Educação (DED) – Filosofia da Educação e Ciência, tecnologia e sociedade; Sociologia da educação (duas vagas)
  • Departamento de Direito (DIR) – Direito Administrativo e Direito Civil (duas vagas)
  • Departamento de Zootecnia (DZO) – Forragicultura e Pastagens (uma vaga)
  • Departamento de Nutrição (DNU) – Nutrição: Patologia da nutrição e Dietoterapia (uma vaga)
  • Departamento de Engenharia (DEG) – Robótica, Instrumentação e Controle (uma vaga)
  • Departamento de Ciências Exatas (DEX) – Matemática (uma vaga)

Confira o detalhamento das vagas, vencimentos previstos e titulação mínima exigida para o cargo no Edital.

As inscrições serão realizadas somente via Internet e deverão ser efetuadas no site www.prgdp.ufla.br/selecao, a partir das 9 horas do dia 7/12/2015, até às 18 horas do dia 14/12/2015 (horário oficial de Brasília). A taxa de inscrição é de R$ 100,00 e o pagamento deverá ser efetuado até o dia 14/12/2015 (último dia de inscrição), por meio de boleto bancário emitido no ato da inscrição.

O processamento da seleção obedecerá à Resolução CUNI 046, de 3/10/2007, alterada pela Resolução CUNI 051/2011 (disponíveis no site www.prgdp.ufla.br/­­­selecao) e constará de prova didática e prova de títulos (que constará da apreciação do currículo comprovado (cópias simples) do candidato, entregue à Banca Examinadora na data e hora marcada para o sorteio do tema da prova didática).

Outras informações poderão ser obtidas na Coordenadoria de Seleção da PRGDP pelo telefone (35) 3829-1146, ou na íntegra do Edital, disponível no site www.prgdp.ufla.br/­­­selecao.

 

 

 

 

Aplicativo desenvolvido na UFLA para defesa de animais selvagens tem campanha para captação de recursos

Você pode salvar milhões de animais ameaçados!

urubu1No Brasil mais de 475 milhões de animais são atropelados anualmente, o que significa que ao ler essa frase mais 75 morreram devido este problema. Apesar deste número bem expressivo e as organizações têm dificuldades de identificar onde estão os pontos críticos e quais as espécies mais afetadas. Isso é inaceitável, tem que acabar!

Por esse motivo, a equipe do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas da Universidade Federal de Lavras (CBEE – UFLA), que desenvolveu o Sistema Urubu – aplicativo para tornar o usuário um protagonista da conservação da natureza – inova mais uma vez ao colocar o projeto em uma plataforma Crowdfunding. Ou seja, agora, qualquer pessoa ou empresa poderá ajudar no financiamento do projeto, de forma coletiva. Para quem não conhece o termo, crowdfunding na tradução bruta significa “financiamento da multidão”.

Confira as formas de participar. O sistema Urubu está na plataforma Kickante

Para os doadores, uma oportunidade de ajudar um projeto de interesse e ainda receber benefícios. Pode ser apenas um agradecimento digital, um livro, participação em congresso ou até mesmo um projeto conjunto no caso de empresa.

O objetivo é captar 40 mil e para isso o projeto precisa ser muito divulgado. Compartilhe e participe dessa campanha.

titinha-urubuParticipar é muito fácil. São dois passos:

  1. Escolha o valor da sua contribuição e sua recompensa;
  2. Escolha a forma de pagamento, boleto ou cartão de crédito (parcele em até 6x com parcela mínima de R$ 25).

Os acidentes de trânsito, além de botar em risco a nossa biodiversidade, afetam muitas pessoas e podem gerar mortes. O Sistema Urubu foi criado com o intuito de monitorar esses acidentes. É simples: a pessoa vê um animal atropelado, tira uma foto pelo aplicativo e envia diretamente para o (CBEE).

O sistema é pioneiro no mundo e faz parte de uma nova geração de ações conservacionistas, conhecida como citizen science. Cada pessoa, tendo este aplicativo em mãos tem o poder de fazer a diferença. Quanto mais pessoas para “urubuzar”, mais exatos são os dados e as medidas que podem ser tomadas. Assim cria-se uma rede em que as atividades têm um impacto real na proteção dos animais silvestres.

Veja as principais espécies ameaçadas de extinção atropeladas nas nossas estradas!!!
7_especies.001

 

Jovens de Santo Antônio do Amparo participam de Curso de Barista

Em 2015 serão capacitadas 64 pessoas através do curso

Helga Andrade ensina os alunos como preparar um capuccino
Helga Andrade ensina os alunos como preparar um capuccino

Durante os dias 27,28, 30 de novembro e 1º de dezembro, dezesseis jovens do município de Santo Antônio do Amparo (MG), que lidam com a cadeia produtiva do café, participaram do Curso de Barista promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) de Minas Gerais em parceria com a Agência de Inovação do Café (InovaCafé).

“O Sindicato dos Produtores Rurais de Santo Antônio do Amparo (MG), em parceria com as empresas e entidades locais, realizou uma seleção de um grupo com perfil específico, do qual foram selecionados participantes de 17 a 21 anos, que são envolvidos com a cafeicultura. Então, ofereceu essa oportunidade para que os jovens possam conhecer uma nova função dentro da cadeia produtiva do café, bem como obter uma melhoria de vida. O objetivo de um grupo de empreendedores do município é realizar um evento em 2016 focado em café, no qual os participantes terão a oportunidade de trabalhar e até de ter uma carreira nessa área. A região de Santo Antônio do Amparo tem muitas décadas de tradição em produção do café, com diversas fazendas e produção de cafés de alta qualidade, como os cafés orgânicos e café especiais. Ou seja, existe um vasto mercado a ser explorado”, explicou a instrutora credenciada do Senar do Curso de Barista e gestora de Inovação em Café na InovaCafé, Helga Andrade, que ministrou o curso.

“Essa é uma experiência muito legal, eu não conhecia essas diversas formas de preparo do café. É uma boa oportunidade para que eu consiga pensar em uma possível carreira que eu possa seguir no futuro. Quero encontrar um trabalho na área do café, que é onde eu posso crescer na minha cidade”, pontuou o participante Carlos Alexandre Borges, 20 anos.

Gabriel Pacheco experimenta capuccino preparado durante a aula
Gabriel Pacheco experimenta capuccino preparado durante a aula

Mais três cursos serão ministrados durante o mês de dezembro para alunos e funcionários da UFLA ligados ao setor de café, porém, as vagas já foram esgotadas. As novas turmas com vagas disponíveis serão oferecidas a partir de janeiro de 2016 e os interessados em participar devem encaminhar e-mail para: helga.barista@gmail.com, sinalizando o interesse. As datas dos cursos ainda não foram definidas, mas até o final de dezembro serão divulgadas e você pode acompanhar através da página da Agência de Inovação do Café no Facebook.

Alunos da segunda turma do curso de barista realizado com jovens de Santo Antônio do Amparo
Alunos da segunda turma do curso de barista realizado com jovens de Santo Antônio do Amparo

Responsável pelo Polo de Tecnologia em Qualidade do Café da Agência de Inovação do Café (InovaCafé), a professora do Departamento de Ciências dos Alimentos, Rosemary Gualberto Fonseca Alvarenga Pereira, explica como essa iniciativa surgiu: “Esse espaço foi concebido inicialmente através do projeto Consórcio Pesquisa Café ligada à Embrapa Café, e especificamente ao Laboratório de Desenvolvimento de Novos produtos, onde realizamos os cursos, capacitações, aulas de barismo, desenvolvimento de novos produtos na área de café. Tivemos o apoio substancial da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (Fapemig). Através do primeiro projeto, que foi a criação do Polo de Excelência do Café para agregação de valores de sustentabilidade, tivemos a possibilidade de adquirir todos os equipamentos, insumos e abrir essa nova área de conhecimento, dando oportunidade para a capacitação nessa área tanto para discentes da UFLA quanto para a sociedade como todo, como vem acontecendo hoje, através desta parceria com o SENAR”.

Vanessa Trevisan – Jornalista. Agência de Inovação do Café