Público compareceu à UFLA para observar eclipse lunar e obter informações científicas



28 de setembro de 2015, 6:06 pm , com 2.361 visualizações

eclipse

Foto: Marcus Ribeiro (iMarcusj)

Cerca de 200 pessoas se reuniram no domingo (27/9) no câmpus histórico da Universidade Federal de Lavras (UFLA) para contemplar o eclipse total da superlua. Elas participaram das atividades organizadas pela equipe do projeto A Magia da Física e do Universo. Palestra e observação o céu a olho nu e com telescópios estiveram na programação da noite.

Apesar dos momentos de chuva passageira e de nebulosidade, em boa parte do tempo foi possível observar o fenômeno. O professor do Departamento de Física (DFI) José Alberto Casto Nogales Vera comenta os instantes em que o satélite esteve totalmente encoberto pela sombra da terra, visível pela coloração avermelhada. “Esse foi um momento de grande emoção, muito comemorado pelos participantes. Ocorreu por volta de 23h15”.

Para quem se interessou em conhecer detalhes sobre o fenômeno, foi oferecida a opção de participar da palestra proferida no Museu de História Natural (MHN).  A apresentação foi feita pela estudante de Ciências Biológicas Cibelly Pereira Ferreira e pelo estudante de Engenharia de Controle e Automação Rodrigo André Ferreira Moreira, ambos integrantes do projeto de extensão A Magia da Física e do Universo.

Sobre os fenômenos astronômicos de 27/9

GEDSC DIGITAL CAMERA

O eclipse total da Lua ocorre quando o satélite é encoberto pela sombra da Terra. No fenômeno do último domingo (27/9), por causa dos raios de sol refratados pela atmosfera terrestre, a Lua ganhou aparência avermelhada durante o eclipse, não desaparecendo por completo e dando origem à conhecida Lua de Sangue.

O eclipse também coincidiu o fenômeno chamado superlua – pelo qual o satélite entra na fase cheia a menos de 24 horas de alcançar seu ponto mais próximo da Terra, parecendo maior aos olhos do observador. O ponto é denominado Pirigeu. A Lua de Pirigeu é mais brilhante e aparentemente maior.

Apenas em 2019 haverá nova oportunidade, no Brasil, para a contemplação de um eclipse lunar. Se considerados os dois fenômenos – eclipse e superlua – na mesma data, nova ocorrência será apenas em 2033.

Sobre o projeto de extensão

Coordenado pelo professor Nogales Vera e pela professora do DFI Karen Luz Burgoa Rosso, o projeto A Magia da Física e do Universo desenvolve GEDSC DIGITAL CAMERA

atividades para despertar a curiosidade e o interesse das pessoas para os fenômenos astronômicos. Criado em janeiro de 2009, integra também ensino e pesquisa científica e inclui atividades dirigidas a escolas da região e à população em geral. Durante os períodos letivos, são promovidas oficinas semanais para divulgação e popularização de informações científicas.

O apoio às atividades é do MHN, dos departamentos de Física (DFI) e de Ciências Exatas (DEX), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e das pró-reitorias de Assuntos Estudantis e Comunitários (Praec), de Extensão e Cultura (Proec), de Pesquisa (PRP) e de Graduação (PRG).

Fotos da Lua presentes na galeria: iMarcusj.
Foto feita por Marcus Ribeiro, na UFLA, durante o eclipse.

Foto feita por Marcus Ribeiro, na UFLA, durante o eclipse.

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

setembro 2015
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivo