Trabalho do DCC recebe prêmio de melhor artigo completo em simpósio nacional



1 de novembro de 2017, 5:50 pm , com 1.241 visualizações

Evento contou com ampla participação de docentes e discentes da UFLA

O artigo “Native or Web-Hybrid Apps: An Analysis of the Adequacy for Accessibility of Android Interface Components Used with Screen readers” recebeu o prêmio de melhor artigo no XVI Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais (IHC 2017), realizado entre 23 e 27 de outubro de 2017 em Joinville (SC).  O trabalho foi elaborado pelo egresso do curso de Ciência da Computação, Lucas Pedroso Carvalho, orientado pelo professor André Pimenta Freire, do Departamento de Ciência da Computação (DCC) da UFLA.

A pesquisa realizada comparou diferentes formas de implementação de aplicativos para Android, com o objetivo de orientar desenvolvedores sobre quais abordagens e componentes de interface são mais adequados para proporcionar acessibilidade para pessoas com deficiência visual que utilizam leitores de tela com voz. Para isso, foram produzidos protótipos usando componentes denominados “nativos” do Android e componentes “híbridos”, que trazem para aplicativos componentes utilizados para páginas Web. A pesquisa mostrou que, atualmente, os aplicativos híbridos com elementos Web oferecem mais possibilidades para os desenvolvedores implementarem aplicativos mais acessíveis, pois contêm mais elementos que orientam a navegação de pessoas cegas (como cabeçalhos, tabelas estruturadas, elementos multimídia com recursos de acessibilidade, entre outros).

“O trabalho foi motivado a partir do desafio de garantir que as pessoas com deficiência, especialmente os deficiências visuais que usam leitores de tela, consigam utilizar aplicações móveis da mesma forma com que as pessoas que não possuem deficiência utilizam”, resume Lucas. “Isso mostra que os desenvolvedores preocupados com a acessibilidade devem estar cientes das limitações atuais dessas aplicações e devem propor meios alternativos para evitar que usuários sejam impedidos de acessarem determinado conteúdo”.

O artigo foi desenvolvido com os resultados do trabalho de conclusão de curso de Lucas, defendido no final de 2016. Foi a sequência de iniciativas de iniciação científica como parte do projeto “Mobile Accessibility: Estudo empírico para definição de guidelines de acessibilidade para aplicações móveis baseadas nos problemas encontrados por usuários com deficiência visual”, coordenado pelo professor André Freire, com financiamento do CNPq.  

O professor André ressalta que o IHC é o principal evento na área de Interação Humano-Computador no Brasil, reunindo anualmente profissionais da indústria, professores, pesquisadores e estudantes interessados em investigação científica e prática relacionadas à criação, construção e avaliação de soluções computacionais para uso pelas pessoas. “Os artigos completos submetidos ao IHC tiveram avaliação rigorosa. O evento recebeu 157 submissões válidas de artigos completos, dos quais 51 foram aceitos (32% de aceitação). Desses, três foram eleitos para concorrer ao prêmio de melhor artigo da conferência”, aponta o docente.  

Por isso, os autores sentiram-se honrados com a premiação, principalmente considerando a alta qualidade dos demais trabalhos indicados entre os três concorrendo ao prêmio de melhor artigo: os outros dois classificados foram produzidos por pesquisadores do quadro da IBM Research no Brasil e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação da Unicamp – um dos mais qualificados do País, com nota 7 na Capes.  “O prêmio é uma grande conquista e representa uma consolidação do Alcance – Núcleo de Pesquisas em Acessibilidade, Usabilidade e Linguística Computacional, fundado em 2013 na UFLA”, destaca André Pimenta.

O IHC é promovido pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Além dos artigos técnicos, o evento conta com intensa programação com envolvimento da indústria, e palestras nacionais e internacionais de assuntos na área.  Neste ano, a palestra internacional ficou a cargo da diretora de Experiência do Usuário do Google, Elizabeth Churchill.  

Presença significativa da UFLA

Além do artigo premiado, outros trabalhos produzidos por docentes e discentes da UFLA foram apresentados durante o IHC 2017. Foi apresentado o artigo completo “How much effort is necessary for blind users to read web-based mathematical formulae? A comparison using task models with different screen readers”, de autoria dos estudantes Luiz Felipe da Paixão Silva e Otavio de Faria Oliveira, do curso de Ciência da Computação, das professoras Evelise Roman Corbalan Gois Freire e Rosana Maria Mendes (ambas do Departamento de Ciências Exatas – DEX), e do professor André Pimenta Freire.  Também foi apresentado o artigo “Avaliação do Uso da Análise de Sentimentos e Afetividade em um Sistema de Recomendação de Blogs”, de autoria dos alunos João Pedro Batista Ferreira e Franciscone Junior, do curso de Ciência da Computação, e dos docentes Renata Lopes Rosa e Demóstenes Zegarra Rodríguez, do DCC.

O artigo no formato resumo expandido “Avaliação de aplicativo para controle de casas inteligentes com diretrizes para usuários idosos”, da estudante Letícia Diniz Tsuchiya, do curso de Ciência da Computação, e dos professores Raphael Winckler de Bettio e André Pimenta Freire, do DCC, também foi apresentado. O mestrando Fernando Elias de Oliveira, do Programa de Pós-Graduação em Administração Pública, participou do Workshop de Teses e Dissertações com trabalho intitulado “Aceitação e Uso de Tecnologias Interativas de Governo Eletrônico por Pessoas com Deficiência”.

 

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivo