UFLA dinamiza sua rede de energia elétrica



6 de outubro de 2017, 2:00 pm , com 1.125 visualizações

Novos equipamentos permitem o aumento na capacidade de distribuição de energia, com mais agilidade e confiança

Recentemente, foi instalado um novo alimentador para a distribuição de energia na Universidade Federal de Lavras (UFLA). O seu lançamento foi feito pelo reitor da UFLA, a vice-reitora e o pró-reitor de Infraestrutura – professores José Roberto Soares Scolforo, Édila Vilela de Resende Von Pinho e Jackson Antônio Barbosa, respectivamente. “Esses investimentos garantem segurança no fornecimento de energia”, explica o reitor, professor José Roberto Scolforo. “São mudanças pouco visíveis, mas que trazem um impacto enorme para a comunidade acadêmica”, reforça.

Parte importante dos novos equipamentos está em uma cabine de medição recém-inaugurada, localizada próximo ao Parque Tecnológico de Lavras (Lavrastec). Com a sua instalação naquele ponto, a UFLA passa a ser alimentada pela geradora de energia por meio de alimentadores situados em vários locais, o que era feito, até então, de um único ponto. A alimentação vem de regiões adjacentes à subestação de distribuição mais próxima – dois dos pontos estão distantes a apenas dois quilômetros dela. Anteriormente, essa distância era de 16 quilômetros, passando por diversos bairros de Lavras. Até então, caso ocorresse algum problema nesse trajeto, o fornecimento de energia elétrica na UFLA era afetado.

Com o caminho otimizado, as chances de ocorrerem problemas diminuem. Além disso, a UFLA consome uma significante parcela de energia distribuída para a região; dessa forma, com a distribuição viabilizada por vários pontos, cria-se oportunidade de aumento de oferta para a região e para mais consumidores.

Nova cabine de medição, próxima ao Lavrastec.

Também estão instalados, em três pontos distintos, religadores automáticos. Esses dispositivos têm a função de proteger sistemas elétricos de interrupções transitórias: ao detectar que o fornecimento de energia por um alimentador foi interrompido, o segundo religador impede que a energia seja interrompida. Se isso ocorrer em dois pontos, o terceiro religador é acionado, evitando que haja interrupção no fornecimento de eletricidade no câmpus. Isso é possível devido à fonte de energia vinda de três pontos distintos: dois próximos ao Lavrastec e ao aeroporto; e outro, vindo do bairro Baunilha. “Os religadores minimizam as interrupções causadas por curtos temporários, religando automaticamente quando o causador da falha já não estiver em contato com a rede”, explica o engenheiro eletricista da UFLA, Marcelo Arriel Rezende.

Na cabine de medição, há um equipamento que registra o consumo total da UFLA, e a demanda de energia do momento, que poderá indicar remotamente e atuar de forma automática em determinadas cargas não prioritárias para aliviar a demanda e evitar desligamento por sobrecarga.

 

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

outubro 2017
S T Q Q S S D
« set    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivo