UFLA publica artigo no PNAS em parceria com a Lancaster – os impactos de uma metrópole amazônica sobre as populações de um importante peixe local



25 de julho de 2017, 9:15 am , com 1.071 visualizações

Fruto do convênio de dupla titulação entre a Universidade Federal de Lavras (UFLA) e Lancaster University, a tese defendida pelo aluno inglês de doutorado em Ecologia Aplicada Daniel Tregidgo, possibilitou a publicação do artigo “Rainforest metropolis casts 1000 km defaunation shadow” em um dos mais citados periódicos científicos multidisciplinares e abrangentes do mundo, o PNAS (Proceedings of the National Academy of Sciences), periódico oficial da United States National Academy of Sciences.

A tese contou com a orientação dos professores Paulo dos Santos Pompeu, do Departamento de Biologia (DBI) da UFLA, e Jos Barlow e Luke Parry, de Lancaster. A pesquisa revelou que a demanda de alimentos urbanos pode estar atingindo a vida selvagem de até 1.000 km de distância da cidade. O artigo também alerta para o quanto a diversidade florestal e os meios de subsistência humanos podem sofrer com esse impacto, já que a urbanização, presente na América Latina, começa a acontecer nas florestas tropicais africanas e asiáticas.

Os pesquisadores explicam que as áreas de florestas tropicais em todo o mundo estão passando por uma rápida urbanização, mas os impactos das metrópoles destas regiões sobre as populações de animais selvagens exploradas como alimento são em grande parte desconhecidos.

Daniel com o peixe tambaqui

“Centenas de moradores rurais da Amazônia foram entrevistados ao longo de um trecho de 1.300 km, gerando um extenso conjunto de dados sobre o status populacional da espécie de peixe mais importantes da região, o tambaqui, que é também dispersor de sementes essencial na várzea amazônica”, relatam os pesquisadores. Os dados revelaram que os tambaquis se tornam muito menores e mais difíceis de capturar quanto mais próximos de Manaus, uma metrópole de mais de 2 milhões de habitantes. De acordo com a pesquisa, essa tendência se estende por mais de 1.000 km da cidade. “É a conectividade urbana, responsável, por exemplo, pela presença de barcos que vendem gelo e compram o pescado, que desencadeia esse declínio”, ressaltam.

Sobre PNAS

O PNAS publica mais de 3.800 artigos anualmente. O conteúdo do periódico envolve as ciências biológicas, físicas e sociais e é abrangente em seu escopo. PNAS publica somente as pesquisas científicas da mais alta qualidade, e possui elevado fator de impacto. 

UFLA e Lancaster

No dia 27 de março de 2015, o Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada realizou a primeira defesa de doutorado envolvendo a dupla titulação entre a UFLA e Lancaster University. A tese “Multiscale anthropogenic impacts on stream condition and fish assemblages in Amazonian landscapes” foi realizada pela discente da UFLA Cecília Gontijo Leal, que contou com a orientação do professor da UFLA Paulo Pompéu e do professor Jos Barlow, da Lancaster University.

“A publicação de artigos em periódicos de grande reputação internacional confirma a importância da parceria na formação dos estudantes brasileiros e ingleses, bem como para o processo de internacionalização da UFLA”, destaca o professor Paulo.

Artigo publicado: http://www.pnas.org/content/early/2017/07/18/1614499114.full

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

julho 2017
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivo