Encontro na UFLA reúne profissionais da educação e artistas para debate de contação de histórias



20 de abril de 2017, 5:45 pm , com 550 visualizações

Apresentação de contadores de história

Arte e literatura. Duas formas de expressão humana que transmitem sentimentos e emoções deram o tom ao 1º Encontro de Contadores de Histórias da Universidade Federal de Lavras (UFLA). O evento, que começou na terça-feira (18/04) e encerrou nesta quinta-feira (20/04), foi organizado pelo Departamento de Educação (DED).

De acordo com a professora Dalva de Souza Lobo, do DED, o objetivo do encontro foi reunir diferentes profissionais de área de educação e artistas para propor uma reflexão a respeito da contação de histórias e sua colaboração na construção do conhecimento. “A formação do profissional passa pela arte e contar histórias faz parte de uma experiência de vida pessoal” opinou.

Durante os três dias do evento, houve palestras, mesas redondas, apresentação de trabalhos, oficinas e shows de contação de histórias. Professores, especialistas e artistas de outros estados também participaram do encontro.

Contador de historias, o professor Vanderlei Barbosa abriu os trabalhos e destacou a necessidade da academia refletir, ao mesmo tempo, a respeito das culturas erudita e popular. “Esse evento demonstra o compromisso dessa universidade em fazer articulação desses universos que são diferentes, mas nem mais e nem menos importante um que o outro”.

Professor Vanderlei Barbosa contou duas histórias para o público

O professor lembrou ainda as atividades que a UFLA esteve à frente nos últimos meses relacionadas com a arte e a educação. Além do Encontro de Contadores Histórias, Barbosa, citou o concerto “Zeitgeist: expressões musicais de época(s)” e o Fórum Sul Mineiro de Educação Infantil. “Na minha leitura, esses eventos tem um sentido simbólico que ultrapassa o lado festivo, poético e estético. Eles (os eventos) fazem vir à tona, na prática da experiência conceitual e histórica o verdadeiro sentido da universidade. Em outras palavras, a universidade deve ser uma instituição social imprescindível para o desenvolvimento da cultura e da formação humana”, afirmou.

No encerramento da sua participação na abertura do evento, o professor Vanderlei Barbosa contou duas histórias para o público, uma do escritor e jornalista uruguaio Eduardo Galeano e outra sobre uma moradora de Belo Horizonte. Em seguida, três artistas brindaram o público com dois shows de contação de histórias.

O 1º Encontro de Contadores de Histórias da UFLA teve o apoio da Fapemig (Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais), Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP), Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e Diretoria de Educação a Distância (DIRED).

Texto: Rafael Passos – Jornalista/bolsita – Fapemig

Notícias por data

abril 2017
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo