Servidores da UFLA passam por exames periódicos – atividades serão encerradas em outubro



31 de agosto de 2015, 5:06 pm , com 3.079 visualizações

esta

A médica de UFLA Gisele Piva Fioravante Lippi é responsável pela emissão do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) dos servidores.

Desde maio, servidores da Universidade Federal de Lavras (UFLA) têm sido convocados para a realização de exames periódicos. Até o momento, mais de 140 servidores, entre professores e técnicos administrativos, já concluíram todos os procedimentos. Outros 300 estão com o processo iniciado. De acordo com a Coordenadoria de Saúde Ocupacional (ligada à Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas – PRGDP), é esperado que todos os servidores ativos e efetivos da instituição tenham recebido o e-mail de convocação para os exames. O prazo para finalização dos trabalhos termina outubro de 2015.

Para aqueles que não receberam em seu e-mail institucional uma mensagem com o assunto “Convocação – exames periódicos”, a orientação é entrar em contato com a Coordenadoria por meio do ramal 4686 ou pelo e-mail examesperiodicos@prgdp.ufla.br. Falhas no Sigepe, sistema pelo qual a comunicação é feita, podem provocar a retenção de alguns e-mails, que são disparados em grupo, por unidade organizacional. Já foram enviadas convocações aos servidores das 202 unidades organizacionais cadastradas na UFLA.

Com recursos da União já destinados especificamente à realização dos exames, uma empresa especializada foi contratada, por meio de licitação, para viabilizar a realização dos exames, que são completamente gratuitos para o servidor. A ação visa atender a determinações legais. Os Exames Periódicos são um direito do servidor público federal já previsto no Art. 206-A da Lei nº 8.112/90. Esse artigo foi regulamentado pela Lei 11.907/2009, orientado pelo Decreto nº 6.856/2009 e pela Portaria Normativa nº 4 de setembro de 2009.

O exame periódico avalia o estado de saúde do servidor, podendo diagnosticar alterações que sejam, ou não, relacionadas às atividades de trabalho.Parceria com curso de Medicina da UFLA foi destaque no informativo do LarEVida. São exames clínicos e laboratoriais importantes para a identificação de riscos potenciais capazes de comprometer sua qualidade de vida. Pequenas alterações na saúde, que passam geralmente despercebidas, podem ter consequências indesejáveis: um discreto aumento na glicemia pode evoluir para diabetes e um quadro de pré-hipertensão pode chegar à hipertensão de fato.

O médico e coordenador da Saúde Ocupacional, Jayme Murad Magalhães, concedeu entrevista ao Jornal UFLA em maio explicando que os cuidados preventivos proporcionados pelos exames periódicos são aliados na preservação da saúde. “Esta é uma oportunidade para que todos nós cuidemos preventivamente da saúde, com a possibilidade de diagnósticos precoces, que são imprescindíveis ao bem-estar futuro”, disse.

Saiba como funciona o procedimento

O servidor recebe o e-mail de convocação e clica no link http//www.siapenet.gov.br. Ao escolher a aba “servidor”, será direcionado para o Sigepe (poderá também optar por entrar diretamente em https://servicosdoservidor.planejamento.gov.br). Já no Sigepe, deverá preencher seu CPF e a senha pessoal. Em seguida, basta acionar, em sequência, as opções “Saúde do Servidor”, “Exames periódicos”, “Confirmação de Realização de Exame Periódico”.

A realização dos exames pelo servidor não é obrigatória. Caso ele não queira participar, é necessário que assine Termo de Responsabilidade, que pode ser impresso a partir do Sigepe, dentro do prazo estipulado no documento de convocação. O documento deve ser entregue na sala destinada aos exames periódicos, no novo prédio de convivência dos servidores, 1º andar, no câmpus universitário (referência: em frente ao estacionamento do Restaurante Universitário, onde provisoriamente funcionam correios, DGTI, SindUFLA), no horário de 7h30 às 11h e 13h às 17h.

Aos que realizarem os exames, é garantida a confidencialidade dos resultados, só acessíveis ao médico clínico avaliador. O servidor deve preencher no Sistema um questionário sobre sua saúde, assim como imprimir o Termo de Consentimento e as guias para realização dos exames. Esse material pode ser apresentado, juntamente com o documento original de identidade, em qualquer unidade do Laboratório Santa Cecília para que sejam feitos os exames de sangue, urina e fezes. Para a coleta do material, é necessário estar em jejum de 12 horas, estar há três dias sem ingerir bebida alcóolica e há um dia sem realizar atividade física.

Os públicos que necessitam realizar exame oftalmológico, exame ginecológico e mamografia devem entrar em contato com a Coordenadoria pelo ramal 4686 para solicitar o agendamento. Depois de prontos todos os resultados, eles devem ser apresentados à medicina do trabalho da UFLA, para emissão do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO).

Quem atende os servidores para esse fim é a médica Gisele Piva Fioravante Lippi, empossada na UFLA há cerca de três meses. Ela relata que os servidores que já passaram pelos exames têm sido receptivos e mostram-se comprometidos com a própria saúde. “Muitos deles já mantêm um acompanhamento com seus médicos e estão atentos à prevenção. Foram poucos os casos em que precisei encaminhar alguém para o atendimento especializado, em função da detecção de patologias”, diz. Gisele, que é também perita no INSS, garante que o bom atendimento ao servidor tem sido prioridade. “Procuro conversar muito, orientar, explicar e solucionar as dúvidas. Como resultado, percebo que os servidores têm dado atenção às orientações”, conclui.

Exames previstos

É a legislação que estabelece os exames a serem feitos nas avaliações periódicas. De acordo com a faixa etária do servidor, o gênero, o tipo de atividade e os fatores de risco a que pode estar exposto no ambiente de trabalho, é definida a periodicidade com a qual os exames devem ser realizados, havendo intervalos possíveis de um ano, dois anos ou até períodos menores.

Confira a relação de exames:

tabela-exames-periodicos

Caso o servidor tenha realizado algum desses exames com até seis meses de antecedência à data de convocação, poderá utilizar o resultado para a avaliação clínica. Se preferir realizar os exames em outros laboratórios ou com outros profissionais de sua preferência, poderá também fazê-lo, mas não é possível que a UFLA faça o ressarcimento dos custos.

Relatos de quem já cumpriu a missão com a própria saúde

Entre aqueles que já passaram pelos procedimentos está a servidora técnico-administrativa Adriana Simões, que atua no Departamento de Ciência dos Alimentos (DCA). Ela aprovou o processo de realização. “Foi bem tranquilo emitir os documentos pelo sistema, e o atendimento foi rápido para realização dos exames. A equipe da UFLA responsável pelas atividades também prestou um bom atendimento”, diz. Em exame periódico realizado em outra ocasião, Adriana descobriu uma disfunção na tireóide. Por isso, reconhece a importância do acompanhamento. “Acho que os exames periódicos são uma oportunidade de cuidarmos melhor da saúde, de nos anteciparmos a qualquer problema”.

O professor José Maria Lima, pró-reitor de Pesquisa, também já fez os exames e registrou elogios. “Desta vez, achei tudo mais simples. O sistema tornou mais ágeis os processos. Além disso, as servidoras do setor são muito atenciosas. A médica também é sensacional: deu muita atenção a cada item e conversou bastante”, avaliou.

Prevenção além de exames

A Coordenadoria de Saúde Ocupacional da UFLA já organiza projetos para atuar com outras medidas preventivas. Segundo a médica Gisele, a ideia é desenvolver projetos com palestras e outras atividades que permitam ao servidor evitar ou tratar melhor problemas como diabetes, hipertensão, obesidade, etc. No momento, a equipe dedica-se aos atendimentos relativos aos exames periódicos. A partir do encerramento dessa fase, serão possíveis novas ações.

 

Página Eventos UFLA no Facebook

Diretrizes de Comunicação da UFLA

Notícias por data

agosto 2015
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivo